Segurança

Documento contendo um conjunto de medidas para garantir a integridade dos juízes que acompanham os processos contra o crime organizado do Rio foi entregue ontem ao presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), desembargador Miguel Pachá, pelo presidente da Associação dos Magistrados do Rio, Luiz Felipe Salomão. Salomão frisou que a categoria está indignada com o assassinato do juiz Antônio José Machado Dias, em Presidente Prudente (SP) e garantiu que o fato não vai intimidar os juizes do Rio de Janeiro. Os magistrados querem reforço na segurança pessoal e instalação de detetores de metais nas salas de audiências. O desembargador disse que as propostas são viáveis e que serão implementadas de imediato. Atualmente três juízes da Vara de Execução Criminais trabalham com um forte esquema de segurança depois  de sofrerem ameaças de traficantes.

Terceiro tempo
Realizado nas cercanias do campo do Fluminense, em Laranjeiras, o Fla-Flu que reuniu, durante cerca de quatro horas, com as pistas nos dois sentidos da Pinheiro Machado interditadas, militantes do PSB da governadora Rosinha Garotinho e sindicalistas ligados ao funcionalismo estadual deu o tom do embate político que se avizinha entre aliados do governo Lula. No palanque do PSB, vários oradores discursaram convocando a população a sair às ruas para protestar contra a administração petista, comparada por alguns militantes a um terceiro mandato do presidente FH.

Ícone
Uma das palavras de ordem mais repetidas pelos oradores do PSB, certamente, deixou de cabelos em pé os petistas que participavam da manifestação dos servidores a menos de 50 metros. De cinco em cinco minutos, a animadora do palanque pessebista gritava: “Rarrá rurru, o Babá é nosso!”

Carioca
A formação histórica e urbana da cidade do Rio de Janeiro, desde o século XVI ao XX, é o tema das palestras que acontecerão hoje e no próximo dia 25, no auditório do Instituto Dannemann Siemsen (em Botafogo, Zona Sul do Rio). O professor Carlos Barata, membro da Associação Brasileira de Pesquisa Histórica e Genealógica, vai abordar temas como o século da fundação e da consolidação do núcleo urbano (XVI), a chegada das grandes ordens religiosas (XVII), a abertura das primeiras ruas, a chegada da família Real (XIX) e as principais transformações com a chegada dos prefeitos, logo após a proclamação da república.

Economia
Cidade Eficiente em Energia Elétrica foi o prêmio que o município de Paracambi recebeu ontem do Instituto Brasileiro de Administração (Ibam) e da Eletrobras – Procel, nas categorias Iluminação Pública (Programa Reluz) e Educação, referente ao ano de 2002. O município da Baixada Fluminense concorreu e ganhou com dois projetos: “Iluminação Pública Eficiente” e “Educando com Energia”.  A entrega dos prêmios será no próximo dia 25, em  Brasília, durante o VIII Congresso Brasileiro de Municípios, no auditório 1 do Centro de Convenções ExpoBrasília.

Artigo anteriorProfessor FH
Próximo artigoNem aí
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.

Cem anos de Celso Furtado

A atualidade de um dos mais importantes intelectuais do planeta.

A Disneylândia espacial dos trilionários

Jornada nas estrelas escancara a desigualdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação cresce, mas só com produtos pouco elaborados

Superávit de quase US$ 7 bilhões até a quarta semana de julho.

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.

Os ventos estão mudando

Por Afonso Costa.