Segurança

Nesses tempos bicudos em que os trabalhadores se dividem entre os que têm medo de perder o emprego e aqueles que já perderam, um concurso como o da Prefeitura de Campinas – 543 cargos para 117 especialidades – não poderia dar em outra coisa: 60 mil inscritos, 110,5 pessoas para cada vaga. Isso por enquanto; as inscrições vão até o próximo dia 30. No Rio de Janeiro, onde 131 mil pessoas se inscreveram para disputar 6 mil vagas de gari no ano passado, a relação de candidatos por emprego ficou em 21,83. Até agora o cargo mais procurado é inspetor de alunos, com 491,8 candidatos por vaga. Com valor de inscrição variando entre R$ 6,90 e R$ 27,60, a prefeitura já faturou uns R$ 600 mil. Quem quiser tentar um emprego público pode se inscrever pela Internet (www.conesul.org) ou em postos de atendimento distribuídos pela cidade.

Inteligência
Empresários que ficaram maravilhados com a qualidade dos serviços de inteligência norte-americanos antes e durante o processo de invasão do Iraque têm um programa imperdível. Entre 30 de março e 1 de abril – não se trata de ironia, é agenda mesmo – dois agentes da CIA estarão em São Paulo para participar da 5ª Conferência Anual sobre Inteligência Competitiva. No Brasil a convite da consultoria IBC, Paul M. Johnson e Mike Mears prometem apresentar 12 estudos de casos práticos.
A conferência reunirá executivos de peso-pesados como Vallée, AT&T, IBM Brasil, Citibank, Electrolux, Embratel, Brasil Telecom, Vivo, GVT, GlaxoSmithKline e Red Bull do Brasil. Interessado no tema, Bin Laden, no entanto, por enquanto, ainda não confirmou presença. Mais detalhes pelo e-mail inteligencia@ibcbrasil.com.br

Cera boa
A cera de carnaúba foi o principal produto exportado pelo Piauí, em termos de volume, no primeiro semestre de 2003, somando 2.242 toneladas. Em termos de faturamento, o produto ficou em segundo lugar na pauta de exportação, gerando divisas de US$ 3,862 bilhões para o estado. O principal destino das exportações do Piauí continua sendo a União Européia, com 48,55% de participação do total vendido ao exterior.

Ingratidão
Com a degola dos três ministros que o estado tinha no primeiro escalão – Roberto Amaral, Benedita da Silva e Miro Teixeira – o Rio, unidade da federação na qual Lula obteve sua maior votação percentual (cerca de 80% dos votos) passa a ser passageiro de segunda classe no governo petista. Como prêmio de consolação, ficou com a Secretaria da Mulher, ocupada agora pela ex-reitora da Uerj Nilcéia Freire. O troco deve vir das urnas. Não bastasse a popularidade do presidente e seu governo estarem em baixa entre os moradores do Rio, Jorge Bittar corre o risco de ser uma espécie de Rubinho Barrichello na disputa para prefeito da capital.

Quem manda
Em nome do respeito aos leitores e ao bom jornalismo, a imprensa tupiniquim deveria deixar de chamar Patrus Ananias de superministro. Nada especificamente contra Patrus, mas, no Brasil, superministro só o da Fazenda. Se quem tem a chave não abre o cofre, os demais, que credenciais tenham, viram figurantes. A não ser que alguém resolva se queixar de quem manda no superministro. Ou seja, ao FMI.

Tijolo por tijolo
“Após três consecutivos de queda do PIB da construção, com o recorde negativo de quase 8% em 2003, está mais do que na hora de o governo ouvir o setor e adotar medidas que revertam a situação. Nenhum país do mundo prescindiu da construção civil para alcançar o desenvolvimento econômico e social”, alfineta o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio), Roberto Kauffmann. Apesar do resultado ruim no primeiro ano de Lula, Kauffmann está otimista com as promessas do governo para 2004.

Produtivos
Tradicional clínica psiquiátrica do Rio – comemora 35 anos – a Saint Roman lançará neste primeiro trimestre a Oficina de Internet, com o objetivo de promover entre os pacientes a produção de textos, imagens e arquivos para o seu site na Web.

Artigo anteriorNovo ninho
Próximo artigoSenhor Risco
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

Mortes dos essenciais

Aumentam em mais de 50% óbitos de caixas, frentistas e educadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

‘Eu quero uma casa no campo…’

Êxodo urbano: mais de 1,3 milhão de famílias brasileiras pretendem migrar para áreas rurais.

Direita vence no Equador

Banqueiro Guillermo Lasso vence socialista Andrés Arauz no segundo turno da eleição.

Mercados internacionais abrem com cautela

Enquanto isso acontece lá fora, aqui Ibovespa ensaia leve alta.

Semana começando sob tensão

Desde a semana passada, segue a novela do Orçamento.

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.