Seguros de danos tiveram alta de 9,6% em dezembro ante 2019

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) divulgou no último dia 8 a Síntese Mensal dos principais dados relativos ao desempenho do setor de seguros até dezembro de 2020. As informações foram obtidas a partir dos dados encaminhados pelas companhias supervisionadas. O documento é atualizado de acordo com o envio pelas empresas, podendo haver ajustes em função de recargas do Formulário de Informações Periódicas (FIP).

O setor teve crescimento de 15,1% em relação a dezembro de 2019, fechando o ano com crescimento de 0,6% em relação a 2019. Consideradas as projeções para o PIB de 2020, estima-se que a penetração (receitas/PIB) do setor aumente de 3,5%, em 2019, para 3,7%, em 2020.

Os seguros de danos apresentaram alta de 9,6% em relação a dezembro de 2019, contribuindo para um crescimento de 3,6% no ano de 2020 em comparação com 2019. Desconsideradas as receitas do seguro auto, a alta anual foi ainda maior, 8,6%.

O seguro de pessoas apresentou, em 2020, estabilidade em relação a 2019. O seguro de vida foi destaque, com crescimento anual de 11,3%. Outro destaque, o seguro prestamista apresentou alta de 7,2% entre 2019 e 2020.

Mantendo a retomada observada em novembro, as contribuições do VGBL subiram 29,2% em relação a dezembro de 2019, atingindo o patamar de R$ 14,42 bilhões de receita, maior valor mensal desde dezembro de 2016. O PGBL apresentou em dezembro um aumento de 2% em relação a dezembro de 2019, contribuindo para um crescimento de 0,8% em 2020, comparado com 2019.

O segmento auto apresentou melhora em dezembro, com crescimento de 6,7% em relação a dezembro de 2019.

Leia mais:

Mudança de sistema computacional contribuiu para depressão de corretor

ENS: parceria dá 20% de desconto no curso de formação de corretores

Artigos Relacionados

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

Aumenta consumo de pornô por público feminino

Relatório de site de entretenimento adulto revela que 39% do acessos são de mulheres.

Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

Segundo Serasa, sociedades limitadas impulsionaram índice; comércio teve alta estimulada por Black Friday e festas de fim de ano.