Sem carruagem

A “bolha” especulativa comandada pelo escocês John Law e o duque de Orleães na Paris de 1716/1720 elevou o preço das ações da Companhia do Mississipi de 500 luíses (equivalente hoje e a cerca de 500 francos franceses) para 18 mil luíses. Surgiram a primeiras opções de compra. Até que, na primavera de 1920, um grupo de especuladores resolveu exercer seu direito de converter as ações em dinheiro. Law não conseguiu cobrir os pedidos e ofereceu papéis do governo. Começou a corrida ao banco: milhares de investidores desesperados invadiram a casa bancária; 15 pessoas morreram esmagadas na porta do estabelecimento. No outono, a Companhia do Mississipi foi desmantelada e Law demitido do governo. A situação financeira da França estava ainda pior que após a morte de Luís XIV. Após ser apedrejado, Law foi obrigado a desistir do habitual passeio de carruagem, quando aproveitava para pavonear-se e desfilar seu sucesso. Em outubro, fugiu para Veneza.

Autocrítica
Até por um mínimo de respeito à inteligência de seus leitores, certos colunistas econômicos deveriam gastar muitas linhas mais para explicar sua mudança de opinião em relação a temas que tratavam por anos a fio como dogmas. A lista é longa, mas para começar é indispensável relembrar suas opiniões anteriores sobre a catástrofe que se seguiria à desvalorização do real, os ganhos fantásticos para os consumidores com as privatização de concessionárias de serviços públicos e as delícias da abertura comercial unilateral.

Kandires
Das duas uma, ou presidente FH bota na rua metade da equipe econômica herdada do collorato, ou pára com este nhenhenhém de que a dívida provocada pela tunga na correção do FGTS não é responsabilidade do seu governo.

Padrão
A Telemar (Tele Norte Leste Participações S/A) oferece um conveniente serviço aos seus acionistas: através da página da empresa na Internet, é possível a qualquer pessoa ou empresa saber quantas ações do Grupo Telemar possui. Basta indicar o CPF ou CNPJ, conforme o caso, para obter a informação. Bem, quase. Durante três dias esta coluna testou o sistema e obteve como resposta “este serviço não está disponível no momento, por favor, tente mais tarde”.

Público errado
Os constantes périplos ao exterior estão levando o presidente FH a confundir as platéias. Ao anunciar a intenção de privatizar Furnas, ele alegou que essa fora uma promessa de campanha. Como por aqui, nenhuma palavra foi ouvida a respeito, FH deve estar confundindo o Brasil com Nova York, Miami, Londres, Tóquio…

Terceiro mandato
Levantada pelo senador Roberto Freire (PPS-PE), que quer criar um movimento Mário Covas pelo Parlamentarismo, a proposta é considerada pelo líder do PT na Câmara, Walter Pinheiro, “um golpe contra as instituições democráticas e a vontade popular”. O deputado federal baiano lembra que, “fizemos debates com a sociedade, fizemos um plebiscito que rejeitou o parlamentarismo. No fundo, é um golpe”, avaliou. Para ele, quem prega a volta do debate sobre o parlamentarismo desvia a tenção para o “mar de lama” que, segundo o deputado, atinge o presidente FH. Outra intenção dos governistas, de acordo com Walter Pinheiro, é se preparar para uma eventual vitória dos partidos de esquerda na próxima eleição presidencial. “A proposta é um velho sonho de FH, uma alternativa para ele alimentar a esperança de um terceiro mandato, já que não é possível uma nova reeleição”, falou o líder do PT.

Provisório eterno
Com previsão de durar 12 anos, o aumento de alíquota do FGTS tem tudo para ser a nova “CPMF”.

Brasil real
O transporte clandestino, ou – na linguagem do mercado, empreendedores – tomaram conta do setor de transportes no Nordeste. Ao volante de kombis e bestas e cobrando preços competitivos, os clandestinos aproveitaram o vácuo do deficitário transporte legalizado para arrebatar e fidelizar uma clientela numerosa. Os clandestinos estão tão enraizados que até a repressão afrouxou e barateou a propina para policiais desonestos, que caiu para um intervalo entre R$ 1 e R$ 2.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCorte
Próximo artigoEfeito Orloff

Artigos Relacionados

Deputado bolsonarista: servidor não pode ser sacrificado

‘Sociedade acha que não é o momento da reforma administrativa’.

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Prorrogação da concessão sem pagamento de outorga.

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Últimas Notícias

Pitch Night Mulheres no Comando

Grupo de mulheres investidoras anjo autofinancia startup de tecnologia lideradas por elas mesmas.

Limite de R$ 1 mil para saques entre 20 h e 6h deve dividir opiniões

Crescimento de golpes obriga BC a adotar medidas restritivas Na tentativa de evitar fraudes, o Banco Central adotou esta semana duas medidas restritivas: limite de...

Brasileiros começam a descobrir a Mesa proprietária

No Brasil o conceito ainda é desconhecido para a maioria das pessoas, mas é possível ganhar dinheiro trabalhando como trader no mercado financeiro e...

China: US$ 1,47 tri em aeronaves nos próximos 20 anos

O mercado de aviação da China criará uma demanda de novas aeronaves comerciais avaliada em US$ 1,47 trilhão nos próximos 20 anos, informou uma...

Cerca de 51% das ações ordinárias da ES Gás serão vendidas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o governo do Estado do Espírito Santo e a Vibra Energia (antiga BR Distribuidora) assinaram,...