Sem escapatória

Nada de Tom Jobim ou Chico Buarque, nem Marisa Monte ou Gal Costa. Quem procura um CD de artista brasileiro em lojas de shoppings ou mercados na França só encontra – e com destaque – o de Michel Teló. Nas rádios francesas, também é quase impossível escapar do “ai, se te pego”, seja na versão em português ou inglês, ou ainda em espanhol, gravada por outros cantores.

A Velhinha do Rio
Segunda-feira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), celebrou o fato de Standar&Poor”s (S&P) juntar-se à Moody”s e à Fitch na concessão do triplo “AAA” à cidade que dirige, elevando-a ao grau de investimento pleno. Ou seja, apenas pouco menos de quatro anos depois do estouro da crise mundial, Paes comemora o mesmo rating que o banco Lehman Brothers exibia das mesmas três agências no próprio dia da sua quebra. Pelo visto, a Velhinha de Taubaté se mudou para as terras cariocas.

Perna de pau
Projeto de lei aprovado em primeira discussão na Assembléia Legislativa do Rio (Alerj) pune até quem adquirir mercadorias piratas. A proposta estabelece multa, apreensão de mercadorias e interdição do estabelecimento, e vale não só para quem produzir, comercializar e oferecer produtos piratas, como para quem transportar, ocultar e adquirir.

Brinde ao consumo
Com atuação centenária no mercado de vinhos e espumantes, a gaúcha Vinícola Salton anuncia investimentos de R$ 45 milhões, para os próximos sete anos, na expansão da sua produção em Santana do Livramento (RS), onde pretende cultivar 450 hectares de vinhedos próprios. O projeto inclui a instalação de uma unidade para beneficiamento de uvas da região. Atualmente, a vinícola produz em 110 hectares de terra as castas Chardonay e Pinot Noir, usadas, principalmente, na elaboração de espumantes e vinhos finos: “A previsão é que, a partir do segundo semestre de 2012, iniciemos os trabalhos naquela região e que, até 2014, a estrutura esteja apta para atividade. Nos próximos três anos, o objetivo é contar com 450 hectares de terra já cultivados”, diz o presidente da Salton, Daniel Salton.

Prêmio
O presidente da Cedae, Wagner Victer, recebeu a Medalha Miguel Stabile, homenagem concedida pelo Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos (Ibec) à Personalidade do Ano no setor.

Um em quatro
Os deficientes físicos representam 23% da população brasileira, quase um em cada quatro brasileiros. De olho no potencial de consumo desse segmento, a Cavenaghi, líder em adaptações veiculares e soluções para pessoas com deficiência, está expandindo suas atividades no país, para abrir pretende abrir lojas em cidades com mais de 250 mil habitantes. A empresa, que tem unidades em São Paulo, São Carlos e, em breve Salvador, informa que, por falta de opções locais, muitos deficientes têm de viajar até São Paulo para adquirir equipamentos essenciais para uma maior qualidade de vida e independência.

Qualidade
Triunfo, DH2, Intersoft e RioPress Assessoria são alguns dos ganhadores do “The Quality Awards 2012”, que pela primeira vez será entregue no Rio de Janeiro, durante a Total Quality Convention dia 26 próximo, no Centro de Convenções Rio, em Botafogo. Os eventos são apoiados pela Intercontinental Union For Quality (Inuq, www.inuq.org).

CPI para quem?
Se os advogados dos suspeitos ouvidos pela CPI do Cachoeira continuarem a ter o respaldo do Supremo Tribunal Federal (STF) para reproduzir na comissão as práticas protelatórias recorrentes no Judiciário, esse mecanismo de investigação terá seu funcionamento inviabilizado. Como a lógica da CPI é distinta dos rituais dos tribunais, não cabe a estes replicarem seus rituais num instrumento que, por definição, tem na agilidade e na ausência de burocracia seus principais motivos de existência.

Desconto
O ministro Guido Mantega falou em queda de 2,5% sobre os preços de tabela dos carros. As montadoras, na ofensiva, prometem redução de até 10%. Esta coluna, cética (ou pessimista, como queiram), arrisca seu palpite: serão mantidos os preços atuais das promoções feitas pelas concessionárias, que, transcorridos quase seis meses de 2012, ainda amargam grandes estoques de automóveis fabricados ainda em 2011.

Artigo anteriorAgonia grega
Próximo artigoUma no cravo…
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Vacinas vendidas por até 24x o custo de produção

Aliança denuncia altos lucros dos laboratórios.

Energia rara e cara

Modelo equivocado colocou Brasil entre os campeões de tarifas elevadas.

União perde bilhões de dólares no petróleo

Lei isentou campo mais produtivo de pagamento de participações especiais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Bahia e Sergipe exercerão direito de preferência em relação à Gaspetro

Privatização pode levar a monopólio de 2/3 do gás canalizado do país.

Câmara aprova projeto que privatiza os Correios

Nos EUA, ninguém pensa em abrir mão do serviço estatal.

Banco Mundial fez desembolso recorde para América Latina

Recursos para combater efeitos da pandemia na região que concentra 1 em cada 3 mortes globais.

Preço do diesel avançou quase R$ 1 por litro até julho

Valor médio registrado nos postos no último mês foi de R$ 4,803.

Saindo da bolha para o concreto

Por Ranulfo Vidigal.