Sem PPI, preço da gasolina cai para R$ 4,40

Petroleiros fazem ação nesta quinta beneficiando trabalhadores de aplicativos.

Nesta quinta-feira ocorre o Dia Nacional da Gasolina Sem PPI (Preço de Paridade de Importação). A Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e seus sindicatos subsidiarão, em postos de gasolina, o valor do litro do combustível calculado sem a política de preços iniciada em 2016.

O objetivo dos petroleiros é denunciar como a política de privatização da empresa já gera consequências como os preços abusivos dos combustíveis praticados hoje no Brasil. O litro de gasolina será vendido em seis cidades a R$ 4,40.

A ação tem como foco atender a motoboys e motoristas de transporte por aplicativo e acontecerá em Angra dos Reis (RJ), Manaus (AM), Aracaju (SE), Maceió (AL), Santos e São José dos Campos (SP).

Não é apenas a gasolina que impacta o bolso do consumidor. Segundo o Observatório Social da Petrobrás, o GNV (gás natural veicular) registrou o maior preço real do século. O combustível é vendido a R$ 4,256 o metro cúbico, 39% acima da média histórica (em valores reais, corrigidos pela inflação), que é de R$ 3,06.

Leia também:

Juro alto desacelera procura por empréstimo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Indústria deve qualificar 9,6 milhões de pessoas até 2025

Segundo a CNI, '79% da necessidade de formação nos próximos quatro anos serão em aperfeiçoamento.'

Gastos com delivery subiram 24% em 2021 ante 2020

Cada brasileiro gastou, em média, R$ 16,21 por refeição fora do lar.

Exportação de sucata ferrosa cresceu 43% em abril

Preços se acomodaram; após pressão forte no mercado em função da guerra e da China, tendência é de normalização no Brasil.

Últimas Notícias

Indústria deve qualificar 9,6 milhões de pessoas até 2025

Segundo a CNI, '79% da necessidade de formação nos próximos quatro anos serão em aperfeiçoamento.'

Gastos com delivery subiram 24% em 2021 ante 2020

Cada brasileiro gastou, em média, R$ 16,21 por refeição fora do lar.

Exportação de sucata ferrosa cresceu 43% em abril

Preços se acomodaram; após pressão forte no mercado em função da guerra e da China, tendência é de normalização no Brasil.

Correspondentes bancários são punidos por irregularidade em consignado

Sidney: 'assédio comercial leva ao superendividamento do consumidor; isso não interessa a ninguém, nem ao consumidor nem aos bancos'.

Inadimplência cresce e atinge 61,94 milhões de brasileiros

Número de inadimplentes no país teve crescimento de 5,59% em comparação a abril de 2021; média das dívidas é de R$ 3.518,84.