25.1 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Sem retorno do Estado, país seguirá patinando

As nuvens cinzentas que continuam pairando sobre o país, cada vez mais difíceis de disfarçar, levaram os jornalões a editoriais, explícitos ou escamoteados, em defesa das políticas da equipe econômica. Diante de um carro em linha reta na direção do abismo, propõem que se pise fundo no acelerador.

A Folha, que mantém oposição ao Governo Bolsonaro nas pautas de costumes e fidelidade total nas econômicas, colocou em editorial que “o principal indicador para a solvência das contas públicas apresentou ligeira melhora no ano passado”. Falava sobre a relação entre a dívida pública bruta e o PIB, que caiu de 76,5%, em 2018, para 75,8%, em 2019. Mas a realidade – sempre ela a atrapalhar – não deixou a Folha ir muito longe: foi obrigada a reconhecer que, sem algumas receitas extraordinárias, como a devolução antecipada de empréstimos do BNDES e a venda de parte das reservas em dólar, a dívida pública bruta teria atingido 79%.

Editorial do Globo toca no mesmo tema. E, apesar de termos, em 2019, completado cinco anos de políticas ortodoxas fundamentalistas, insiste em culpar o Governo Dilma. Menos fundamentado que o do similar paulista, o editorial do jornal do Rio derrapa ao incluir a devolução de R$ 100 bi do BNDES na conta da redução do déficit público – na realidade, reduz a dívida pública.

Quem acompanha economia há mais tempo lembra que, todo início de ano, Pedro Malan, ministro de FHC, prometia o paraíso; ao final, entregava o purgatório. Os fundamentalistas dos últimos cinco anos, nem isso; é porta do inferno. A obsessão por cortes levou-os a podar os investimentos das estatais para elevar o pagamento de dividendos, sabotando o crescimento. Sem o retorno do Estado, seguirá a liquidação do Brasil.

 

Pesquisa nacional

O controle do diabetes é um dos caminhos para evitar a perda de força muscular em pessoas acima de 50 anos, revela estudo de mestrado desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Gerontologia (PPGGero) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), realizado pela nutricionista Clarice Cavalero Nebuloni e coordenado pelo professor Tiago da Silva Alexandre.

A pesquisa, parte do International Collaboration of Longitudinal Studies of Aging (InterCoLAging), consórcio que envolve Brasil, EUA e Inglaterra, demonstrou que homens são mais sensíveis ao problema do que as mulheres.

A pesquisa foi publicada recentemente em uma das mais reconhecidas revistas nas áreas de Geriatria e Gerontologia, o Journals of Gerontology Medical Sciences – Series A.

 

Hora dos estrangeiros?

A agência de notícias Reuters informa que Rodrigo Garcia Berkowitz, que atuou como operador comercial da Petrobras em Houston até o final de 2018, quando foi acusado de receber propina, fechou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal.

Dois pontos a destacar: primeiro, o ano (2018). Segundo, a possibilidade de saírem das sombras empresas internacionais de trading (Glencore, Trafigura e Vitol), acusadas pelo MP de pagar propinas na área de abastecimento.

Os nomes dessas empresas já circularam pelos noticiários da Lava Jato, sem despertar a atenção da força-tarefa.

 

VIPs

A Lava Jato deixa pelo caminho pessoas importantes demais para serem investigadas. Cabral, em depoimento ano passado, denunciou que o “esquerdista” Armínio Fraga pagaria US$ 1 mi para Crivella apoiar Gabeira na eleição para prefeito em 2008. Só Cabral segue condenado pela LJ.

 

Rápidas

No próximo final de semana, o Sesc Verão 2020, na Praia de São Francisco, em Niterói (RJ), terá shows da cantora Roberta Sá (dia 8, às 19h) e do bloco Mulheres de Chico (9, às 18h) *** O projeto Shows de Sexta do Caxias Shopping abre a programação de fevereiro com o grupo Black Man, às 19h30 *** Neste sábado, das 12h às 18h, o Shopping Jardim Guadalupe promove mais uma edição da Feira de Adoção de Animais Me dê um Lar *** O laboratório Lach, do Rio, realiza exame de sangue que avalia idade biológica real do corpo e expectativa de vida. Em seguida, uma equipe multidisciplinar propõe medidas preventivas para que o envelhecimento possa ser retardado *** A Associação de Supermercados do Rio (Asserj) promove nesta quinta-feira, às 16h, um chá beneficente para a Associação Irmãos do Bem, no shopping Vogue Square Life Experience. Convites (a R$ 100) com Rony Gonçalves pelo telefone (21) 98876-3259.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.