Sem trazer a redenção prometida

A discussão proposta por André Lara Resende sobre o efeito do aumento dos juros – um dos mentores do Plano Real, o economista chocou seus colegas ortodoxos ao sugerir que o tiro está saindo pela culatra, e a elevação dos juros realimenta a inflação – continua repercutindo. Em artigo publicado neste final de semana, Fernando Limongi, professor do DCP/USP e pesquisador do Cebrap, joga luz na questão: “A alusão aos atalhos e ‘boquinhas’ sugere que a história política pós Plano Real pode ser recontada como uma luta entre os reformistas convictos e os complacentes com a indisciplina fiscal. Mesmo quando aprovadas, reformas teriam ficado aquém das necessidades por culpa ou com apoio dos complacentes.”

Tudo se passa”, continua Limongi, “como se a política econômica do país não tivesse sido controlada, na maior parte do tempo, por economistas comprometidos com a ortodoxia, como se suas receitas nunca tivessem sido aplicadas. Seus planos foram executados e não por pouco tempo e, mais importante, sem trazer a redenção prometida. Esta é a questão de fundo que alimenta as preocupações de Lara Resende. Como afirma em seu segundo artigo, doses maciças do mesmo remédio têm sido aplicadas e a doença não dá sinais de ceder. Deve-se continuar prescrevendo a mesma receita?”

Direito marítimo

A Ordem dos Advogados do Distrito Federal (OAB/DF) instituiu, em 2 de fevereiro, a Comissão de Direito Marítimo e Portuário. Proposta pelos escritórios Kincaid Mendes Vianna e Gallotti Advogados Associados, a Comissão é integrada pelos executivos da Associação de Terminais Portuários Privados (ATP) Murillo Barbosa e Luciana Guerise, autoridades da Antaq e advogados que atuam no setor. A expectativa é aumentar o número de membros, especialistas e estudiosos do setor para garantir um grande fórum de debates.

Interrompida

A agência BETC São Paulo criou o aplicativo Woman Interrupted, uma plataforma que contabiliza quantas vezes um homem interrompe a fala feminina. Sem fins lucrativos, a novidade será lançada esta semana, em que se celebra o Dia Internacional da Mulher.

O objetivo é ampliar o debate em torno do manterrupting, considerado um comportamento machista, que se caracteriza quando a mulher não consegue concluir sua fala por ser desnecessariamente interrompida por um homem. O tema efervesceu principalmente no período das eleições norte-americanas, quando Donald Trump interrompeu Hillary Clinton por 51 vezes, durante o primeiro debate entre os candidatos.

Em 2014, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade George Washington (EUA), publicado no Journal of Language and Social Psychology, apontou que as mulheres são significantemente mais interrompidas do que os homens. O dado contraria o senso comum.

Prêmio

Rui Affonso, diretor Econômico-Financeiro e de Relações com Investidores da Sabesp (categoria de Finanças); Sandoval Martins, CEO da Buscapé Company (Administração); e Amaro Luiz de Oliveira Gomes, do International Accounting Standards Board – IASB (Contabilidade) vão receber o Prêmio Anefac Profissional do Ano.

Criado pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade há 32 anos, o prêmio é dado àqueles que contribuíram de forma significativa no desenvolvimento da profissão e das empresas. O processo de indicação é feito pelos associados da Anefac; um comitê avaliador escolhe os ganhadores. A cerimônia de entrega acontecerá durante o congresso da entidade, de 25 a 28 de maio, em Barra Bonita, em São Paulo.

Rápidas

A Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ, em conjunto com o Cieth, promove em 17 de março oficina sobre turismo receptivo, ministrado pelo professor Bayard Boiteux. Detalhes em www.cieth.com.br *** O IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio realiza, no dia 22 próximo, às 19h30, a mesa-redonda “Desafios e oportunidades do International Financial Reporting Standard (IFRS): Por que os gestores precisam conhecer esta norma contábil?”. Inscrições: http://bit.ly/PalestraIFRS *** O Carnaval acabou, mas o samba continua em alta no Shopping Jardim Guadalupe (RJ). Nesta sexta-feira, o grupo Nova Edição comanda o projeto Samba no Pátio, a partir das 19h. O evento é gratuito *** Nesta quarta-feira, o escritório Di Blasi, Parente & Associados promove o Pré-Annual Meeting, no Palácio Austregésilo de Athayde, no Centro do Rio de Janeiro, que discutirá a Gestão de Portfólios de Propriedade Intelectual. O evento é uma prévia do Encontro Anual da Inta (International Trademark Association), que acontecerá em Barcelona, em maio. Inscrições gratuitas em https://applications.inta.org/apps/am_rsvp/log_in/ *** A edição 2017 do Seminário Jurídico do Secovi-SP acontecerá em duas segundas-feiras, 13 e 20 de março, das 19h às 21h, na sede da entidade (Rua Dr. Bacelar, 1.043, Vila Mariana, São Paulo-SP). Informações e reservas: (11) 5591-1306.

Artigo anteriorA conta não fecha
Próximo artigoNão foi por azar
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.