Sem unanimidade entre os procuradores

Mais de 600 procuradores, de 22 estados brasileiros, estão reunidos, até sexta-feira, em Curitiba, para o XIV Congresso Brasileiro de...

Mais de 600 procuradores, de 22 estados brasileiros, estão reunidos, até sexta-feira, em Curitiba, para o XIV Congresso Brasileiro de Procuradores Municipais. A abertura foi nesta terça, com a presença do inevitável juiz Sérgio Moro. E não foi sem polêmica. Um grupo de 72 procuradores enviaram nota de protesto à Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM), realizadora do evento, assim que souberam que o juiz da Lava Jato faria a palestra principal. O grupo deixou o Palácio do Arame quando Moro iniciou a palestra. Vinte e cinco procuradores permaneceram na plateia para fazer um protesto que seria silencioso, abrindo faixas; mas estas foram confiscadas pela organização, o que acabou levando o grupo a vaiar a palestra, em meio a aplausos de participantes.

Em entrevista ao Paraná Portal, a procuradora Rosaura Brito Bastos, de Fortaleza, afirmou que Moro exerce uma magistratura acusatória: “A ele, ao juiz da causa, que deveria ser imparcial, só servem as provas que venham a contribuir com a tese dele, que é acusatória. Um juiz não pode ser um acusador.” O Congresso termina na sexta-feira, com palestra do ex-ministro José Eduardo Cardozo.

 

Tecnologia

Um dos temas centrais do XIV Congresso Brasileiro de Procuradores Municipais trata da utilização da tecnologia e dos resultados alcançados. Em Santos, por exemplo, o uso do sistema SAJ Procuradorias propiciou, em apenas cinco dias, o ajuizamento de 15,2 mil execuções fiscais, número que demoraria quatro meses para ser alcançado sem a tecnologia.

 

O alvo é outro

No ideológico relatório divulgado nesta terça-feira, o Banco Mundial afirma que o principal achado da análise é que “alguns programas governamentais beneficiam os ricos mais do que os pobres, além de não atingir de forma eficaz seus objetivos. Consequentemente, seria possível economizar parte do orçamento sem prejudicar o acesso e a qualidade dos serviços públicos, beneficiando os estratos mais pobres da população”.

O que propõe o Bird? Desvincular o salário mínimo das aposentadorias, cobrar pelo ensino público superior, diminuir os salários do funcionalismo público… Sobre juros, nem uma linha. A única proposta que vai na direção de parar de beneficiar os mais ricos é a de taxar os ganhos de capital.

O relatório “Um ajuste justo: uma análise da eficiência e equidade do gasto público no Brasil” foi encomendado em 2015 por Joaquim Levy, então ministro da Fazenda de Dilma.

 

Luxo só

Não satisfeito em cortar gastos sociais, o Governo Temer flerta abertamente com benesses para as elites. O programa Rota 2030, que pretende apontar rumos para a indústria automobilística no país, embutia a proposta de reduzir para 11% a alíquota de IPI sobre carros de luxo; veículos populares pagariam 26%. A fórmula para o projeto Hood Robin seria um crédito tributário de 14,7% do faturamento para montadoras como BMW, Land Rover, Audi, Jaguar e Mercedes até 2022.

A medida foi bombardeada dentro do próprio governo e foi engavetada – por enquanto.

 

Fatwa bancária’

O HSBC fechou a conta que Marine Le Pen mantinha na instituição há 25 anos. A decisão foi divulgada pela líder da Frente Nacional francesa um dia após o Société Générale, segundo maior banco da França, instar o partido a encerrar seu relacionamento de 30 anos com o banco. Le Pen anunciou que vai processar os bancos por discriminação.

 

Rápidas

O Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC) vai realizar no dia 25, às 15h, palestra gratuita sobre os “Benefícios da Projeção Consciente”. Mais informações em www.iipc.org/ *** O Instituto Brasileiro de Compliance está com inscrições abertas para o Curso Intensivo de Compliance e Anticorrupção, que ocorre em 24 e 25 de novembro, no Rio. As inscrições podem ser feitas no site: http://ibcompliance.com.br/index.php/curso-intensivo-de-compliance-e-anticorrupcao-ibc/ *** Com o objetivo de celebrar o Dia Internacional da Não-Violência Doméstica contra a Mulher, 25 de novembro, o Conselho Nacional do Ministério Público e a União Europeia realizam nesta quarta-feira o Seminário Internacional Brasil-União Europeia no Enfrentamento da Violência Doméstica, em Brasília *** Nesta sexta-feira, o Shopping Bay Market (Niterói) apresenta show com o grupo carioca Um Amô, a partir das 19h. E o Caxias Shopping (RJ) recebe a cantora Anna Lima, com sucessos do sertanejo universitário, a partir de 19h30.

 

 

 

 

 

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMãos grandes
Próximo artigoEnem em números

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Funcionalismo público: críticas e realidade da categoria

Por Relly Amaral Ribeiro.

Scheer Churrasqueiras dobra vendas na pandemia

Empresa lançou 25 itens em sua linha residencial.

RJ terá receita extra de R$ 100 bilhões

Uma receita extra de R$ 100 bilhões nos próximos dez anos é o que prevê o governo do Estado do Rio de Janeiro com...

Forte recuperação do seguro Viagem

O seguro Viagem continua a mostrar recuperação depois de um forte período de quedas devido à pandemia da Covid-19 e às restrições impostas como...

CNseg aponta vetores de impacto da economia nos próximos meses

Os vetores prós e contra o crescimento do PIB do país em 2021 e em 2022 são relacionados na nova edição (nº 56)...