Semana conta com agenda econômica mais forte no exterior

Na Bolsa, pré-mercado americano marginalmente vermelho pode limitar avanço do Ibovespa

25
Bolsa de Valores (Foto: divulgação)
Bolsa de Valores (Foto: divulgação)

Neste início de semana, os mercados amanhecem com os olhares direcionados para a agenda econômica externa, que conta com as falas de dirigentes do Fed, bem como de seu presidente, Jerome Powell. Além disso, destaque para o Livro Bege, para a decisão de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e para o relatório de empregos (payroll) americano. Por aqui, a produção industrial, balança comercial, IGP-DI e o resultado do setor público ficam em destaque na semana.

No Brasil, os negócios locais podem ficar pressionados em função da baixa tração observada no exterior, somado ainda à agenda econômica local mais fraca nesta segunda-feira. Com a queda do dólar ante moedas fortes, conforme indica o índice DXY, é possível que o câmbio experimente algum alívio. Na Bolsa, o pré-mercado americano marginalmente vermelho pode limitar um avanço do Ibovespa, que também se soma à queda das commodities no exterior.

No exterior, os contratos futuros de petróleo operam no vermelho, enquanto o dólar cai ante as seis principais divisas. Os índices futuros acionários de Nova Iorque também exibem sinal negativo nesta manhã, ao passo que na Europa as principais Bolsas ficam com sinais divergentes. Por fim, na Ásia as Bolsas fecharam majoritariamente no positivo nesta segunda-feira.

Na última sessão o contrato futuro de dólar fechou marginalmente no vermelho, com volume de negociação reduzido se comparado aos 3 últimos pregões. Com isso a moeda americana volta a operar entre as médias de preços de fechamento dos últimos 20 e 200 dias.

Espaço Publicitáriocnseg

.

Travelex Bank

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui