Será em dezembro leilão dos excedentes dos Campos de Atapu e Sépia

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) aprovou os parâmetros técnicos e econômicos para a Segunda Rodada de Licitações dos Volumes Excedentes da Cessão Onerosa dos Campos de Atapu e Sépia. A resolução foi decidida na terça-feira (20). “A decisão de hoje, avança, de forma assertiva, na direção da realização do certame em dezembro de 2021”, disse o CNPE.

Conforme a legislação em vigor, a Petrobras deverá manifestar o seu direito de preferência, em até 30 dias, após a publicação da Resolução do Conselho.

Apenas nesses campos, durante o período de operação, os investimentos previstos são de R$ 200 bilhões, e o custo de oportunidade de não realizarmos esse leilão neste ano é de R$ 12 a R$ 15 bilhões. Essa é a importância que reveste a nossa reunião no dia de hoje”, destacou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

A decisão é resultado de 130 reuniões realizadas tendo o tema como objeto de discussão.

Segundo o CNPE, os parâmetros escolhidos derivam de estudos robustos que envolvem modelagens geofísicas, geológicas, de reservatório e econômicas, seguidos por abordagem multicritério para a indicação da alternativa de bônus de assinatura e de percentual de óleo mínimo para a União mais eficiente, dentre todas as simulações realizadas.

A decisão soma-se aos esforços iniciados logo após a realização do primeiro Leilão do Excedente da Cessão Onerosa, em novembro de 2019, desde o qual o Governo Federal passou a atuar na direção de proporcionar maior atratividade e competitividade ao segundo certame”, destacou em comunicado Conselho

Os parâmetros aprovados foram:

– Para bônus de assinatura:

I -Campo de Sépia:

Bônus de assinatura (R$): 7,138 Bilhões

II -Campo de Atapu:

Bônus de assinatura (R$): 4,002 Bilhões

– Para alíquota óleo-lucro:

I – Campo de Sépia:

Alíquota de partilha (%):15,02

II -Campo de Atapu:

Alíquota de partilha (%): 5,89

Importa esclarecer que, em observância à Lei nº 12.351/2010, os valores serão propostos para aprovação do Presidente da República”, informou o CNPE.

Artigos Relacionados

CVM abre Audiência Pública sobre normas contábeis e auditoria

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) coloca em audiência pública nesta quinta-feira, a Revisão de Pronunciamentos Técnicos CPC nº 18, cuja proposta prorroga o...

ANP segue com processo de revogação de normas defasadas

A Diretoria da Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) aprovou nesta quinta-feira (6) a realização de consulta pública, pelo prazo de 30...

FGV discute arbitragem tributária

O Núcleo de Direito Tributário do Mestrado Profissional da Escola de Direito de São Paulo (FGV Direito SP), no contexto da linha de pesquisa...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.