Servifobos

O major-brigadeiro Altevo Volotão condenou, durante palestra esta semana na Escola Superior de Guerra (ESG), a postura tecnocrática dos que se assustam quando os gastos com os servidores ultrapassam 50% do orçamento líquido. Ele defendeu a revisão do teto máximo de 60% para gastos com pessoal, pelo menos, para os municípios, ressaltando que, por se tratar de prestação de serviços, o normal é os gastos com pessoal serem mais elevados. E lembrou que em alguns países este tipo de dispêndio oscila entre 65% e 85% do total. É importante destacar ainda que, pelo menos no Brasil, aquele percentual se refere ao orçamento líquido. Ou seja, antes de calcular a percentagem de gastos com servidores, é excluído o pagamento de juros.

Pré-história
Apesar – ou por causa de – ter sido privatizada há uma década, a telefonia chilena não chegou ao prometido Primeiro Mundo. Colunista de um jornal do Rio reclamava que só conseguiu fazer conexão à Internet no Chile a velocidades entre 21 kbps e 23 kbps – verdadeira tartaruga, quando modems, até no Brasil, já operam a velocidades de 56 kbps.

Pingo no oceano
O superintendente da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Ivan de Araújo Simões Filho, anunciou que os investimentos privados em exploração de petróleo devem ficar inicialmente em US$ 1,2 bilhão nos próximos três anos. Ou seja, apenas US$ 400 milhões por ano, ou menos de um terço dos R$ 2 bilhões (US$ 1,1 bilhão) que a Petrobras investirá somente em 1999. E se não fosse a imposição do governo de cortes, os investimentos da estatal, exclusivamente com recursos próprios ou créditos do exterior, chegariam a R$ 2,6 bilhões (US$ 1,4 bilhão).

Sem sangue novo
Qualquer empresa que queira crescer deve investir no ingresso de jovens, motivá-los e remunerá-los bem. Essa regra de administração básica, porém, é o antípoda do roteiro de demissão de funcionários públicos, aprovado pelo governo no Congresso. Os primeiros a serem demitidos serão justamente os jovens, mais bem remunerados e com menor tempo de serviço.

Isonomia
E se os assalariados resolverem pegar carona no vôos bilionários das empresas de aviação nos tribunais?

Hedge
Embora os gerentes se recusem a falar em números, a retirada de dinheiro de contas correntes tem aumentado consideravelmente nos últimos dias. Tem gente fazendo pequenas retiradas ao longo das últimas semanas, mas tem correntista optando por sacar tudo de uma vez. É o contribuinte se defendendo, pelo menos no primeiro mês, da mordida da CPMF, que está de volta a partir do próximo dia 17.

Desfocado
O ministro das Minas e Energia, Rodolpho Tourinho, precisa se recordar de que quem paga seu salário e mordomias é o contribuinte. A lembrança vem a propósito da declaração de Tourinho, defendendo o último tarifaço da energia elétrica: “Aumento de tarifa faz parte do dia-a-dia de cada um. Temos que cair na realidade. O importante é manter o equilíbrio das empresas”. Errado: o que importa é manter a qualidade do serviço e o equilíbrio do bolso do consumidor.

Liga pro meu celular
Criada por ACM, a CPI do Judiciário saiu de seu controle. Ontem, o senador insistiu em explicar que não existe ligação entre o ex-secretário particular de FH Eduardo Jorge e o juiz Nicolau dos Santos Neto (TRT-SP), acusado de irregularidades na construção do prédio do Tribunal de São Paulo. Na verdade, existem 26 ligações – do juiz para o celular do ex-secretário.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolítica inútil
Próximo artigoVingança

Artigos Relacionados

Suíça é ponte para exportações à Rússia

Vendas do País que lava mais branco aos russos cresceram mais de 80% desde fevereiro.

Homens pintam melhor que mulheres?

Não, mas recebem 10 vezes mais por obra.

Rio tem opções de áreas para termelétricas

Estado tem as melhores características na Região Sudeste, diz Wagner Victer.

Últimas Notícias

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano

Títulos públicos prefixados: maiores rentabilidades de julho

Destaque ficou com os prefixados de vencimentos mais longos, representados pelo IRF-M1+

Economia prepara projeto para abrir fundos de pensão ao mercado

Em jogo, patrimônio de R$ 1 trilhão acumulado pelos fundos fechados de previdência.