Sete em cada 10 brasileiros não confiam em Bolsonaro

Percentual dos que classificam governo como ruim ou péssimo cresce para 55%.

Pesquisa feita pelo Ipec, divulgada no início da noite pelo portal g1, mostra que 70% dos entrevistados não confiam no presidente Jair Bolsonaro, contra 27% que confiam; 3% não sabe ou não respondeu à pergunta.

O levantamento revela que a avaliação do Governo Bolsonaro segue piorando, embora a variação tenha se dado dentro da margem de erro. O percentual dos que acha o governo ruim ou péssimo foi para 55% (de 53% em setembro); regular foi a resposta de 25% (eram 23%); e ótimo/bom caiu para 19% (de 22%).

A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. O Ipec foi criado por ex-executivos do Ibope Inteligência após seu encerramento.

A forma de governar de Jair Bolsonaro é desaprovada por 68% (mesmo percentual de setembro); aprovam 27% (eram 28%).

Leia também:

Senado só votará a reforma tributária em 2022

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Lucros das empresas subiram 55% no primeiro trimestre

Em abril, quase metade das categorias de trabalhadores não conseguiu repor inflação.

Bolsonaro demonstra estabilidade e Lula consolida liderança

Segundo pesquisa Modalmais/AP Exata divulgada hoje, ambos têm dificuldades em buscar eleitores fora das suas bolhas de apoiadores.

Abastecimento d’água cresceu, mas esgotamento sanitário não acompanhou

Dados do SNIS mostram que esgoto chega a 55% da população; alta de casos de norovírus na Bahia evidencia a falta de acesso à água potável.

Últimas Notícias

B 3 lança novos produtos para negociação de estratégias de juros

Operações são estruturadas de contratos futuros de DI, DAP e FRC

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

Brasil corre risco de desabastecimento de diesel

Alerta foi feito inclusive pela direção da Petrobras

Lucros das empresas subiram 55% no primeiro trimestre

Em abril, quase metade das categorias de trabalhadores não conseguiu repor inflação.

PIB dos EUA cai mais que previsto, porém inflação perde ritmo

Recessão não está descartada, segundo analistas.