Setor automobilístico da China reforça aliança com a Espanha

207
Linha de produção de veículos de nova energia em uma fábrica da montadora chinesa Chery Holding Group Co., Ltd. na cidade de Wuhu, Província de Anhui, leste da China, em 12 de outubro de 2022.
Linha de produção de veículos de nova energia em uma fábrica da montadora chinesa Chery Holding Group Co., Ltd. na cidade de Wuhu, Província de Anhui, leste da China, em 12 de outubro de 2022. (Xinhua/Zhou Mu)

A empresa automobilística espanhola Ebro-EV Motors e a chinesa Chery Automobile assinaram memorando de compromisso para desenvolver novos veículos elétricos por meio de uma joint venture na cidade de Barcelona, no nordeste da Espanha.

Sob a aliança, a Chery se tornará a primeira montadora chinesa a produzir veículos na Europa, a partir das instalações da Ebro localizadas em uma antiga fábrica da Nissan que fechou em 2021. A joint venture na área portuária da Zona Franca de Barcelona criará 1.250 empregos e está projetada para produzir 50.000 veículos em 2027, que triplicarão para 150.000 em 2029.

“Esse acordo para a produção conjunta de veículos por duas marcas é muito mais do que um grande projeto comercial (…) é também um símbolo do processo de reindustrialização pelo qual a Catalunha e toda a Espanha estão passando”, disse o primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez em um evento oficial que marcou a aliança.

“Não é comum testemunhar o renascimento de uma marca icônica e hoje todos nós compartilhamos um sentimento de alegria”, disse Sánchez. “A Ebro faz parte da memória coletiva de toda a sociedade espanhola, que teve os caminhões, vans e tratores da marca com os quais trabalharam por muitos anos.”

Espaço Publicitáriocnseg

Ele enfatizou que o acordo “se traduzirá na produção de riqueza e na geração e manutenção de empregos”.

O setor automotivo, explicou Sánchez, “é uma indústria central para o bom funcionamento da economia espanhola”. Ele observou que o acordo faz parte de “um compromisso nacional genuíno com a mobilidade inteligente e sustentável”, que se espera “transformar a Espanha em um importante centro europeu de eletromobilidade”.

Exportação espanhola

A Espanha, que exportou 87% de sua produção automotiva no ano passado, é o segundo maior país produtor de automóveis da Europa e o oitavo maior exportador do mundo. O país tem 17 fábricas automotivas em dez regiões, 15 centros de tecnologia e dez clusters.

“Temos também um poderoso ecossistema de mais de 1.000 empresas relacionadas ao setor automotivo, pertencentes a 720 grandes grupos empresariais que empregam diretamente mais de 230.000 pessoas no setor de fabricação de automóveis”, acrescentou o ministro.

Acredita-se que a implementação do projeto da Chery na Espanha beneficiará os povos chinês e espanhol. No no quarto trimestre deste ano será iniciada a produção do Omoda 5 da Chery, o primeiro modelo elétrico da marca, bem como de um modelo a combustão. Dois modelos de SUV também são esperados para o final do ano pela Ebro, fabricados com tecnologia compartilhada com a Chery.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui