Setor chinês de atacado e varejo têm rápido crescimento

No fim de 2018, o número de empresas e funcionários do setor superou o de outros subsetores do setor terciário.

Internacional / 13:01 - 5 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A China teve uma expansão constante no setor de atacado e varejo de 2014 a 2018, mostrou o quarto censo econômico nacional.

No fim de 2018, o número de empresas e funcionários do setor superou o de outros subsetores do setor terciário, de acordo com um relatório sobre o quarto censo econômico, divulgado na quarta-feira pelo Departamento Nacional de Estatísticas.

O número das empresas do setor atingiu 6,5 milhões, 131,2% a mais que no fim de 2013, empregando 40,08 milhões de pessoas.

Em 2018, a receita operacional do setor foi de 88,2 trilhões de iuanes (US$ 12,53 trilhões), um aumento de 44,1% em relação a 2013, que representou 58,5% da indústria terciária.

Os ativos das empresas atacadistas subiram para 42,1 trilhões de iuanes no fim de 2018, e a receita operacional anual combinada aumentou 44,9% ante 2013, chegando a 72,3 trilhões de iuanes.

As empresas de medicamentos e equipamentos médicos registraram o crescimento mais rápido no setor atacadista durante o período de cinco anos, com uma média anual de 20,2%.

Os ativos das empresas de varejo totalizaram 11,3 trilhões de iuanes no fim de 2018, com a receita operacional anual subindo para 15,9 trilhões de iuanes.

As empresas privadas do setor atacadista e varejista saltaram 179,4%, para 5,5 milhões, no fim de 2018, enquanto as empresas estrangeiras totalizaram 24 mil, um aumento de 26,1% ante 2013.

A rápida expansão do setor contribuiu para orientar a produção, promover o consumo e estabilizar o emprego, afirmou o relatório.

 

Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor