Setor de serviços dos EUA expande-se mais devagar em novembro

Leitura acima de 50% indica que o setor não manufatureiro está geralmente expandindo.

Internacional / 11:36 - 5 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O setor não manufatureiro dos EUA em novembro se expandiu em um ritmo mais lento do que no mês anterior, informou na quarta-feira o Instituto de Gerenciamento de Suprimentos (IGS).

O índice não manufatureiro (INM), que mede o desempenho do setor de serviços, registrou 53,9% em novembro, 0,8 ponto percentual abaixo da leitura de outubro, de acordo com o último relatório IGS não industrial sobre negócios. Uma leitura acima de 50% indica que o setor não manufatureiro está geralmente expandindo.

A UNM de 52,6% em setembro é a leitura mais baixa desde agosto de 2016, quando alcançou 51,8% segundo o IGS.

"O setor não manufatureiro teve um pequeno regresso em novembro", disse Anthony Nieves, presidente do comitê de pesquisa de negócios não manufatureiros do IGS. "Os entrevistados esperam uma resolução sobre tarifas e continuam sendo prejudicados por restrições nos recursos trabalhistas".

"O relacionamento anterior entre o INM e a economia geral indica que o INM de novembro (53,9%) corresponde a um aumento de 1,9% no produto interno bruto real em uma base anualizada", disse Nieves.

De acordo com os dados divulgados pelo IGS na segunda-feira, o índice dos gerentes de compras, que mede o desempenho do setor manufatureiro, se estabeleceu em 48,1% em novembro, indicando contração das atividades manufatureiras dos EUA pelo quarto mês consecutivo.

 

Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor