Setor manufatureiro da China tem as maiores taxas de crescimento dos últimos dois anos

Internacional / 06:18 - 1 de nov de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O setor manufatureiro da China registrou seu melhor desempenho em mais de dois anos, aumentando os sinais de que a segunda maior economia do mundo está se estabilizando, mostraram os dados oficiais divulgados na terça-feira. O Índice de Gerentes de Compras (PMI, em inglês) do setor manufatureiro chinês aumentou para 51,2 em outubro ante os 50,4 de setembro, valor bem acima das expectativas do mercado e o mais alto nível desde julho de 2014, segundo os dados divulgados pelo Departamento Nacional de Estatísticas (DNE). O PMI manufatureiro vem ficado acima da marca de 50 pontos, indicando expansão pelo terceiro mês consecutivo. O subíndice para produção expandiu a um ritmo mais rápido, aumentando para 53,3 em relação aos 52,8 de setembro, marcando o mais alto nível desde setembro de 2014. O subíndice para novas encomendas subiu para 52,8 em relação aos 50,9 do mês anterior. Isso ajudou a contrabalançar a baixa de novos pedidos para exportação, que ficaram em 49,2 ante os 50,1 de setembro. A medida das expectativas comerciais saltou para 58,5, o nível mais alto desde abril. O estatístico do DNE, Zhao Qinghe, atribuiu o aumento no PMI manufatureiro em outubro à melhora da demanda interna, expansão dos novos motores de crescimento como indústrias de alta tecnologia, e setores de manufatura de equipamentos, além da aceleração na reforma estrutural no lado da oferta e os preços mais altos das commodities. Segundo os dados do DNE, o PMI não manufatureiro expandiu em outubro em um ritmo mais rápido para 54 ante os 53,7 de setembro, marcando o mais alto nível deste ano. - O subíndice não manufatureiro para novas encomendas caiu para 50,9 ante os 51,4 de setembro, se expandindo pelo segundo mês consecutivo e indicando que a demanda no setor continuou a melhorar - disse Zhao. Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor