Seven Tech: Mais de 2,5 milhões de cartões de crédito até 2023

Com operações em seis países e presença em três continentes (Europa, África e América Latina), o Seven Tech Group, que nasceu como Software house oferecendo consultoria e soluções de tecnologia para o setor financeiro, ampliou ainda mais seu raio de atuação e está processando cartões de crédito.

O grupo, que nasceu em Lisboa e chegou no Brasil em 2011, investiu cerca de R$ 10 milhões e fechou parceria tecnológica com as brasileiras Kryptus e Ecoscard para lançar a empresa Oni pro, especializada em soluções de processamento, emissão e suporte para operações de cartão de crédito, pré e pós-pagos, bandeirado e private label.

O objetivo é atingir de 2,5 milhões de cartões processados até 2023, disse à reportagem do Monitor Mercantil Leandro Menegon, diretor de Operações da Seven. “O mercado está ainda muito concentrado em poucas processadoras de cartões”, explica (veja abaixo a entrevista completa).

Com sedes em São Paulo, Fortaleza e Lisboa, o grupo que está há 15 anos no mercado é composto pelas empresas OniPro (processamento de cartões), OniPay (meios de pagamentos), OniBank (Bancos digitais) e Seven Tech Solutions (Software house).

Como avalia o mercado de meios de pagamentos no Brasil?

– O mercado está ainda muito concentrado em poucas processadoras de cartões. Meios de pagamento têm bastante concentração. O grupo Seven nasceu como software house e agora atua mais fortemente com meios de pagamento em geral. E a meta é atingir 2,5 milhões de cartões processados até 2023. Já estamos trabalhando para isso. A Onipro já produziu um primeiro lote de 15 mil cartões para uma empresa em Fortaleza.

Como as soluções de inovação se encaixam nos planos de crescimento do grupo?

– A Seven tem uma preocupação muito grande com inovação. Vamos investir nos próximos dois anos mais R$ 15 milhões para realizar a criação de novas funcionalidades, melhorias de processos e, principalmente, de segurança que é um dos grandes pilares da empresa. Temos uma equipe de inovação que tenta se antecipar ao mercado. Há muitas software house no mercado, mas que muitas vezes pecam na qualidade. Eu diria que nosso diferencial é a qualidade e agilidade uma vez que o mercado é volátil e as novidades surgem o tempo todo. E a questão da segurança do ambiente e dos dados é prioridade.

Qual o diferencial que vocês oferecem em termos de soluções de segurança de dados?

– A combinação do hardware de segurança da Kryptus, o kNET, com as APIs e expertise da Ecoscard será o alicerce de segurança da empresa. O kNET é o único dispositivo HSM brasileiro certificado FIPS nível 3, o que nos permite atender ao padrão global Payment Card Industry (PCI) de verificação de segurança, incluindo a confidencialidade dos dados que trafegam em cartões de crédito.

O hardware multi-tenant da Kryptus pode ser utilizado para as necessidades do banco digital do grupo, como operações com o Pix, chaves criptográficas e pagamentos em geral. O kNET é o único equipamento que possibilita realizar essas diversas funções – tanto para a parte de cartões quanto para a parte de transações bancárias.

Está nos planos da Onipro o uso Pix?

– A parte do Pix, exclusivamente, ainda não estamos usando, mas está em nossos planos lançar soluções de pix até o primeiro trimestre de 2022.

Quais os segmentos mais sensíveis em termo de soluções de processamento, emissão e suporte para operações de cartão de crédito, pré e pós-pagos, bandeirado e private label?

– O varejo tem uma carência muito grande de soluções. Empresas que têm concentração de pessoas, por exemplo, têm uma maior necessidade. As vezes o cliente nos procura e sabe que quer o cartão, mas não sabe muito bem como usa. A ideia é ajudar o cliente oferecendo cursos de forma digital e às vezes fisicamente. Começaremos ano que vem a oferecer treinamento aos funcionários, e também aos clientes. Queremos que nossos parceiros e clientes evoluam com a gente.

Quais os produtos que a Seven oferece?

– Entre os produtos oferecidos pela Seven Tech, estão: conta digital, adquirência (On/ OFF-US), processamento e emissão de cartões. Somos especialistas no gerenciamento e emissão de quaisquer tipos de cartão, seja pré-pago ou crédito. A empresa realiza a integração de cartões às suas contas digitais.

Que as ações estão sendo tomadas na área do open banking?

– Os clientes poderão escolher qual instituição oferece as melhores condições para cada serviço financeiro. Por isso, haverá muito mais demanda por soluções com a abertura do open banking. O primeiro grande objetivo da área de inovação da Seven é lançar os primeiros produtos relacionados ao open banking no primeiro semestre de 2022. Estamos acompanhando o mercado para a gente implementar soluções.

Qual a expectativa da Seven em relação ao Brasil?

– Apesar de tudo, vemos crescer no Brasil o crédito. Desde que ele seja praticado de forma saudável é extremamente importante para a população. Além do Brasil, que é nosso carro chefe, nossa tendência para 2022 é dedicar um pouco do nosso foco à Europa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Congresso: Passado não existe no ‘orçamento secreto’

Molon: Projeto não garante transparência para as emendas de relator Sem levar em consideração o que já foi realizado nos exercícios de 2019 e 2020,...

SuperaRJ chega a R$ 200 milhões em recursos liberados pela AgeRio

Foram liberados cerca de R$ 57 milhões em recursos para MEIs, autônomos e informais.

Últimas Notícias

Cresce mercado de investimento em ações da China

O investimento em ações na China apresentou crescimento este ano, uma vez que o volume de fundos levantados e o investimento registraram um crescimento...

CVM alerta: Atuação irregular de Business Bank BNI Investiments S.A

A Comissão de Valores Mobiliários está alertando ao mercado de capitais e ao público em geral sobre a atuação irregular de Business Bank BNI...

Usina TermoCamaçari ficará com a Unigel até 2030

A Petrobras, em continuidade ao comunicado divulgado em 11/05/2021, informa que, após a retomada das negociações com a Proquigel Química S.A., subsidiária da Unigel...

STF é questionado sobre inconstitucionalidade de privatizações

O coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, defendeu nesta segunda-feira, em audiência pública na Câmara dos Deputados, que o Supremo Tribunal...

Mais um Fiagro na listagem da B3

Ocorreu nesta segunda-feira o toque de campainha que marcou o início de negociação do terceiro Fiagro na B3, o JGP Crédito FI Agro Imobiliário. As...