Shaanxi lança trem de carga com rota ferroviária-marítima rumo à Índia

Um trem de carga transportando um total de 50 contêineres, carregados com painéis e módulos solares, partiu da estação portuária internacional de Xi'an nesta segunda-feira, rumo ao porto de Huangdao, na cidade costeira de Qingdao, no leste da China, com mercadorias que serão depois transportadas para a Índia por meio de balsa.

Foto tirada em 26 de abril de 2019 em Chongqing, sudoeste da China, mostra o primeiro trem intermodal ferroviário-oceânico do “novo corredor comercial terrestre-marítimo” com destino à Indonésia. (Xinhua/Liu Chan)

Xinhua - Silk Road

 

Xi’an, 15 fev (Xinhua) — Um trem de carga transportando um total de 50 contêineres, carregados com painéis e módulos solares, partiu da estação portuária internacional de Xi’an nesta segunda-feira, rumo ao porto de Huangdao, na cidade costeira de Qingdao, no leste da China, com mercadorias que serão depois transportadas para a Índia por meio de balsa.

Este é o primeiro trem de carga com rota ferroviária-marítima sino-indiano lançado neste ano pela Província de Shaanxi, localizada no noroeste da China, de acordo com a China Railway Xi’an Group Co., Ltd.

Estes produtos solares fabricados por uma empresa de Shaanxi serão utilizados principalmente na construção de usinas solares locais na Índia. Levará cerca de 20 dias para que a carga seja transportada até a Índia pela rota de transporte ferroviário-marítima.

A grave situação de pandemia global ainda dificulta os canais de transporte empregados anteriormente. Portanto, a empresa escolheu o modo combinado ferroviário-marítimo para transportar mercadorias aos destinos com mais eficiência, disse Wang Yanli, diretor de marketing da empresa.

Bai Kuanfeng, diretor da estação, disse que desde o início do ano, a China Railway Xi’an Group Co., Ltd. consolidou ainda mais a operação de trens no transporte internacional de mercadorias de modo a garantir o carregamento e transporte mais eficientes. Fim

Leia também:

Nova rota de trem China-Europa liga Suzhou a Milão

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou na sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,48 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

Representante chinês pede coordenação e estabilidade sobre alimentação

Um representante chinês pediu na quinta-feira para que a comunidade internacional trabalhe em conjunto, no objetivo de estabilizar o mercado global de alimentos, garantir suprimentos diversos de alimentos e facilitar globalmente o comércio agrícola.

Envios de celulares na China alcançam 69,35 milhões de unidades no Q1

As remessas de telefones celulares da China tiveram uma queda anual de 29,2%, chegando cerca de 69,35 milhões de unidades no primeiro trimestre deste ano, de acordo com um relatório da Academia Chinesa de Tecnologia da Informação e Comunicações (CAICT, sigla em inglês).

Últimas Notícias

Rio, petróleo e prosperidade

Por Ranulfo Vidigal.

Baixas temperaturas e geadas trazem prejuízos a agricultores

Balança comercial do agro, entretanto, apresentou superávit de US$ 43,7 bilhões no acumulado do ano, de janeiro a abril.

A pandemia do burnout

Por César Griebeler.

OIT: crises geraram déficit de 112 milhões de empregos no mundo

Guy Ryder: 'efeitos sobre os trabalhadores e suas famílias, particularmente nos países em desenvolvimento, serão devastadores.'

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou na sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,48 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.