Fluxo em shoppings deve crescer 30% por conta do 13º

166
Shopping center (Foto: Valter Campanato/ABr)
Shopping center (Foto: Valter Campanato/ABr)

De acordo com sondagem feita pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) entre seus associados, o fluxo de pessoas nos shoppings deve crescer 30% nas próximas semanas motivado pela injeção de R$ 250 bilhões do 13º na economia brasileira, revertendo no avanço de vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

No entanto, ainda não há uma estimativa de crescimento nas vendas motivado pelas festas de fim de ano.

Segundo o levantamento da entidade, mesmo com a alta do dólar no último mês, a inflação, e também o alto índice de endividamento que prejudica as expectativas do comércio, o setor ainda mantém a confiança e espera ter um movimento acima da média.

“Mesmo diante de vários fatores, a expectativa dos lojistas associados é que uma parcela desse valor possa movimentar ainda mais as compras de final de ano, bem como a extensão de algumas promoções ainda dos resquícios da Black Friday, passando ainda pela Cyber Monday”, comenta Luis Augusto Ildefonso, diretor institucional da Alshop.

Espaço Publicitáriocnseg

De acordo com os dados, parte do montante do 13° será usado para quitar dívidas para que os cidadãos possam voltar às compras, outra parcela será destinada ao comércio e outra parte será reservada para poupança.

“Do outro lado do balcão o lojista se preocupa com o cenário político econômico para tomar suas decisões tendo em vista o próximo ano. A política econômica não está clara, enquanto o dólar mais alto e a perspectiva de aumento de gastos no novo governo deixa investidores apreensivos”, completa Ildefonso.

Cerca de 85,5 milhões de brasileiros serão beneficiados com esse rendimento adicional, dos quais 66,9% do total irão para os empregados formais, incluindo os empregados domésticos, e 33,1% serão pagos aos aposentados e pensionistas, que, aliás, já receberam.

Regionalmente, a parcela mais representativa do 13º é destinado para a Região Sudeste, com 49%; a Região Sul tem 17% do total; a Região Nordeste tem 20,1%; já o Centro-oeste fica com 9% e finalizando com a Região Norte fica com 4,9% do total do 13º pago.

De acordo com a sondagem feita com associados, a Alshop entende que os lojistas estão com uma boa expectativa, pois o Natal é uma data tradicional, onde a população não deixa de fazer compras.

“Nas conversas que temos sempre se mostram otimistas para a data, pois se tem vários fatores que auxiliam os consumidores a irem às compras como a própria injeção do 13º salário e também as contratações temporárias, mas ainda é um pouco cedo para se ter números concretos” finaliza Ildefonso.

Leia também:

Shoppings preveem alta de 6% na Black Friday

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui