Simpósio global debaterá uso sustentável de água e energia

Itaipu, sediará um evento que apresenta as melhores práticas em água e energia,

O primeiro Simpósio Global sobre Soluções Sustentáveis em Água e Energia irá reunir, de 13 a 15 de junho, especialistas e representantes de governos, organizações internacionais e setor privado para compartilhar e explorar as melhores práticas em relação ao uso sustentável de água e energia.

O Simpósio Global acontece em um momento crítico, em que mais de 733 milhões de pessoas ainda não têm acesso à eletricidade e mais de 2 bilhões são afetadas pelo estresse hídrico. A interdependência de água e energia deve se intensificar nos próximos anos, com implicações significativas para a segurança energética e hídrica. Ambos os recursos enfrentam demandas e restrições crescentes em muitas regiões devido aos impactos combinados das mudanças climáticas, expansão econômica e crescimento populacional. Segundo a Agência Internacional de Energia (IEA, em inglês), até 2035, o consumo de energia deverá aumentar em 50%, o que, por sua vez, aumentará o consumo de água do setor energético em 85%.

Precisamos urgentemente de soluções sustentáveis exequíveis para fomentar o nexo água-energia e garantir a segurança hídrica global. Para que isso aconteça, temos que trabalhar com as interligações entre ação climática, proteção ambiental e desenvolvimento socioeconômico, reconheço os impactos entre eles”, afirma Liu Zhenmin, subsecretário-geral da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais (Undesa).

Para promover soluções para esses desafios globais e a sustentabilidade da água e da energia, o Simpósio reunirá representantes da ONU e de seus Estados-Membros, líderes e especialistas em água, energia, ecossistemas terrestres e mudanças climáticas, e representantes de outras organizações internacionais e do setor privado.

As soluções a serem apresentadas e discutidas se basearão em uma ampla gama de setores e abordagens, incluindo inovações tecnológicas usando energia para água e água para energia. O simpósio também examinará finanças e investimentos, incluindo parcerias público-privadas, estruturas institucionais e de tomada de decisão e opções de políticas para gerenciar compensações e maximizar impactos positivos.

Para a Itaipu, é uma honra sediar um evento que apresenta as melhores práticas em água e energia, que são questões centrais no desenvolvimento sustentável. Quando esses dois elementos são geridos de forma sustentável, as comunidades e o meio ambiente se beneficiam”, disse o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Anatalicio Risden Junior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Projeto de lei visa incentivar o bom pagador

Para conseguir os benefícios, o consumidor já deverá ter honrado mais de 75% da dívida total

Mercado reduz projeção da inflação de 7,15% para 7,11%

Para 2023, a estimativa de inflação ficou em 5,36%

Endividamento explode após fim de saques do FGTS e adiantamento do 13º

Quase 8 em cada 10 brasileiros têm dívidas; 29% em atraso.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior