Sinais trocados

     
          Para o economista Paulo Passarinho, do Conselho Regional de Economia (Corecon-RJ), a ameaça de setores do Partido Republicano para que os Estados Unidos suspendam, parcialmente, o pagamento de juros da sua dívida pública é contraditória com a política do país de elevar a liquidez via recompra de títulos públicos.

Biruta
Como um sinal de alerta, o anúncio da presidente Dilma de que – contrariando um dos principais tópicos de seu discurso de campanha – pretende privatizar os aeroportos mais lucrativos do país coincidiu com mais uma demonstração do padrão de qualidade do duopólio que controla aviação do país. Embora o cancelamento dos vôos com destino ao Cone Sul tenha sido provocado pelas cinzas do vulcão Puyehue, o festival de desinformação, atenção e desrespeito aos direitos dos passageiros é da responsabilidade das empresas aéreas, muitas das quais de olho na administração dos aereportos.

Nem depois da Copa
Quem entra no site da Polícia Federal para agendar uma data para requerer seu passaporte não consegue vaga nem se só tentar marcar para 2015. Como para o agendamento só pode ser feito após o pagamento da taxa de R$ 156,07 para a emissão do documento, isso significa que, no país dos juros reais mais altos do planeta, milhares de contribuintes estão concedendo crédito, graciosamente e por tempo indeterminado, ao órgão que lhe deveria prestar serviço.

PF algemada
Em tempo: a morosidade da PF para atender aos pedidos de emissão de passaporte deve-se, não apenas ao aumento exponencial do número de solicitações, sendo também mais um caso exemplar dos efeitos da opção preferencial do governo por desviar verbas do custeio da máquina pública para a gastança com juros. Esse tipo de perversão social é chamado pelos economistas de superávit primário.

Continua lindo
A Cidade Maravilhosa ganha no dia 1º de julho 23 novos Embaixadores do Turismo, reconhecidos pela divulgação do Rio de Janeiro. A iniciativa é da Fundação Cesgranrio e do Site Consultoria em Turismo, do professor Bayard Boiteux. Entre os novos embaixadores, a chef Cecilia Borges, a hoteleira Monica Paixão e o cirurgião Rawilson de Thuin. Trata-se da 13ª edição do prêmio. Hoje, já são 200 embaixadores que contribuem indiretamente para uma imagem positiva do Rio – entre esses, um dos titulares desta coluna.

Leão curioso
As mudanças para a Declaração do Imposto de Renda para Pessoa Jurídica (DIPJ) serão abordadas em palestra programada para a próxima terça-feira, na Associação Comercial de Santos (ACS). O palestrante será Luiz Roberto Trevisani, ex-delegado da Receita Federal na Baixada Santista. Trevisani alerta que “o Fisco fez uma verdadeira regressão contábil na DIPJ e nos cabe entendê-la agora, poupando futuros trabalhos de esclarecimentos por não terem sido prestadas as informações conforme definidas na DIPJ”. Inscrições: [email protected]

Tudo em família
Estimativas apontam que, no Brasil, 95% das empresas são familiares. O país só fica atrás dos Estados Unidos, com 96%, e da Itália, com 99%. Nesta sexta-feira, o futuro destas empresas será debatido em seminário no auditório da Totvs Rio de Janeiro, realizado em parceria da companhia de informática com a Fundação Dom Cabral. O evento é gratuito e inscrições podem ser feitas em http://sisen.com.br/empresas-familiares/inscricao/

“Gato” construtor
Policiais da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) e técnicos da Cedae, companhia de saneamento do Rio de Janeiro, encontraram três ligações clandestinas em obra de grande porte realizada para a multinacional francesa Leroy Merlin, em Jacarepaguá, Zona Oeste da Capital.
     
     

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMuito além do Palocci
Próximo artigoRio é vermelho

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...