30.7 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 24, 2021

Sinal vermelho

“O sinal de alerta para o desemprego só acende quando a crise ameaça reduzir as margens de lucro”. A frase é do economista Jardel Leal, do Dieese, ao comentar a alta no desemprego medido em parceria com a Fundação Seade. Leal lembra que uma taxa acima de 7% já leva os EUA ao desespero, mas aqui o desemprego historicamente acima dos 13% só serve para ameaçar os direitos trabalhistas. “Há bem pouco tempo, diziam que o mercado formal de trabalho era coisa do passado e havia a tese da empregabilidade. Em ambas, o próprio trabalhador tinha que criar seu emprego”, criticou.

Ditabranda?
Circula na Internet manifesto repudiando editorial da Folha de S. Paulo, que, ao investir contra o governo Hugo Chávez, asseverou que o menor número de mortos e torturados pela ditadura brasileira a transformavam, na ótica do jornal, em “ditabranda”. Encabeçado por nomes como Antonio Candido, Goffredo da Silva Telles Júnior, Dalmo de Abreu Dallari e Francisco de Oliveira, o documento, que contava, até o início da noite de quinta-feira, com 3.359 assinaturas, também se solidariza com os professores Maria Victoria de Mesquita Benevides e Fabio Konder Comparato, alvo, segundo o signatários, de “ataques ignominiosos, arbitrários e irresponsáveis” do jornal, ao criticarem os termos do editorial. A petição pode ser acessada em  www.ipetitions.com/petition/solidariedadeabenevidesecomparat/?e

Memória
A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, a seção do Rio de Janeiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) e a União Nacional dos Estudantes (UNE), realizam, nesta sexta-feira, ato público, às 10h, na sede da OAB-RJ, em homenagem aos perseguidos pela ditadura brasileira. Um dos homenageados será o economista Mauricio Dias David, do Conselho Editorial do MM. No mesmo dia, completam-se 40 anos que David, então presidente do Diretório Acadêmico (DA) da Faculdade Candido Mendes, e sua mulher, Maria Beatriz de Albuquerque David, também do DA, foram expulsos da faculdade, acusados de “subversão”, num processo que culminou com a prisão de ambos no Dops.
Como se vê, nem todos foram contemplados pela faceta ditabranda da ditadura brasileira.

Ditamômetro
Qual será a escala que a Folha usa para classificar ditaduras?

Corpo são
Mais de 40 por cento dos casos de câncer no cólon e de mama podem ser prevenidos através de padrões saudáveis de dieta, atividade física e controle de peso, segundo estimativas de um relatório do Fundo Mundial para Pesquisas de Câncer. A estimativa em geral é que cerca de um terço dos cânceres mais comuns nos países de alta renda e um quarto nos países de baixa renda poderiam ser prevenidos. Esses números não incluem o fumo, que sozinho é responsável por cerca de um terço dos casos.

Queda leve
O comércio lojista da Cidade do Rio de Janeiro vendeu 2,3% a menos em janeiro, em relação ao mesmo mês de 2008, de acordo com a pesquisa Termômetro de Vendas divulgada mensalmente pelo Clube de Diretores Lojistas (CDL-Rio), que abrange cerca de 750 estabelecimentos comerciais. No acumulado dos últimos 12 meses (fevereiro de 2008 a janeiro de 2009), porém, as vendas ainda registram alta (4,2%).

Rio Zona Sul
A novidade apontada pela pesquisa foi o aumento do faturamento das lojas da Zona Sul, que tanto no Ramo Mole (bens não duráveis), quanto no Ramo Duro (bens duráveis) venderam mais 3% e 4,4%, respectivamente, enquanto as lojas da Zona Norte faturaram -1,4% e -3,1%, e as do Centro, -14,7% e -12,7%.

À vista
A venda à vista foi a forma de pagamento preferida pelos consumidores. A pesquisa registrou em janeiro um aumento de 2,5% na inadimplência. Nos últimos 12 meses a inadimplência subiu 2,2%. No movimento de cheque, em janeiro, a inadimplência cresceu 1,4%. No acumulado de fevereiro de 2008 a janeiro de 2009, a alta foi de 1,7%.

Artigo anteriorSensação
Próximo artigoDistribuição a jato
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.