Só um terço das empresas pensa em expandir produção

Maioria das companhias vai investir em processos de simplificação, o que deve aumentar ainda mais o desemprego.

Os sinais de investimento privado são cada vez mais negativos. Pesquisa feita pela consultoria Deloitte aponta que, para garantir a viabilidade dos negócios, as empresas destinaram, em média, nos últimos três anos, 67% dos seus investimentos em práticas de otimização de processos (simplificação da estrutura organizacional e automação robótica) e 33% em iniciativas de expansão. Esses percentuais tendem a ser mantidos nos próximos três anos.

Traduzindo, pouco será aplicado em novas fábricas ou linhas de produção. A maior parte dois terços do total, irá para automação. Isso também tem impacto no emprego, pois não apenas deixa mais distantes as contrações; a perspectiva é de desemprego, com maior utilização de robôs.

A pesquisa “Otimizar ou expandir? – Como inovar no novo momento econômico” ouviu 251 empresas de todo o país. O estudo mapeou resultados de estratégias, práticas de melhorias de processos, busca por eficiência, inovação e transformação digital conduzidas pelas organizações.

A maioria das empresas teve como foco de investimento, nos últimos três anos, recursos para promover a eficiência e a viabilidade dos negócios. Essa foi uma realidade para as organizações de diversos portes, níveis de maturidade e setores de atuação. A maior parte continuará colocando como foco prioritário as iniciativas de otimização para os próximos três anos.

Sem perspectiva de reação do mercado consumidor, as empresas jogam na defensiva. O desemprego não cede, e com isso o círculo vicioso se mantém. É preciso uma ação do Estado para quebrar a paralisia.

 

Turquia de volta

A economia turca deve amargar uma recessão este ano, mas o Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento (Berd) espera uma recuperação gradual em 2020. A depreciação da lira e as altas taxas de juros continuarão reduzindo o consumo e o investimento, embora as exportações possam contribuir positivamente para o crescimento.

Depois de crescer 2,6% em 2018, o Berd espera uma contração de cerca de 1% em 2019, enquanto 2020 provavelmente verá uma recuperação gradual do crescimento para em torno de 2,5%.

 

Gastos com pessoal

O Tribunal de Contas da União (TCU) encontrou 52.636 indícios de irregularidades no gasto de pessoal de 798 órgãos da Administração Pública Federal, somente no período de março a setembro do ano passado. Desse montante, 17.168 foram corrigidos e resultaram em ganhos para os cofres públicos. Os 34.468 mil restantes ainda não foram esclarecidos pelos gestores responsáveis. Dez órgãos somam 64% dos problemas detectados e deverão apresentar, em até 60 dias, plano de ação para solucionar as pendências.

A fiscalização ocorreu no Judiciário, Legislativo, Ministério Público, Forças Armadas, Banco Central e empresas estatais. Entre os indícios de irregularidades constam pagamento a pensionista já falecido, servidor ativo com mais de 75 anos, servidor falecido recebendo remuneração, pessoas proibidas de assumir cargos públicos, auxílio-alimentação pago em duplicidade, entre outros. O processo 024.000/2018-3 tem como relator o ministro Aroldo Cedraz.

 

Mire-se no exemplo

Ana Hickamnn virou garota propaganda do desmonte da Previdência do Governo Bolsonaro, que também ataca a educação. A mãe da apresentadora batalhou em 2 empregos para conseguir se formar – em universidade federal – e fez doutorado e pós-doc em universidades estaduais.

 

Rápidas

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) celebra 40 anos com um almoço dia 21 em Brasília, durante a 13ª Conferência Legislativa sobre Liberdade de Expressão *** Estão abertas até 17 de maio as inscrições para a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) 2019. Informações em obr.org.br *** No domingo, acontece o D.O.M. (Dope on Music) projeto que reúne novos e consagrados talentos da música e da dança. O encontro será no Circo Voador, no Rio de Janeiro *** A tradicional peça João e Maria será apresentada neste sábado no Passeio Shopping, às 14h *** No mesmo dia, das 12h às 18h, o Shopping Jardim Guadalupe promove a Feira de Adoção de Animais “Me dê um Lar” *** De 20 a 30 de maio, será realizado o primeiro ciclo da Escola de Altos Estudos (EAE): “Crianças e Adolescentes em Situação de Risco: Dimensões Éticas, Intervenção e Inovação Científica”, realização da UFSCar, USP, Uerj, UFF e Universo. A programação completa está disponível em eae2019-riscodesenvolvimento.ufscar.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...