Sócia do fundo Mubadala, dona do Burger King e Popeyes negocia com Starbucks

Franquias de alimentação cresceram 17,9% em 2023; balanço geral do setor também apresentou alta em comparação com 2022

66
Loja da Starbucks (Foto: Li Muzi,/Agência Xinhua)
Loja da Starbucks (Foto: Li Muzi,/Agência Xinhua)

Zamp, empresa que opera no Brasil as marcas Burger King e do Popeyes, negocia acordo para adquirir a licença de operação da Starbucks no Brasil junto à matriz americana. De acordo com informações do “Valor Econômico”, as conversas teriam começado em dezembro. Sócio da Zamp, o fundo árabe Mubadala estaria em conversas diretas com a rede americana. Além da Zamp, outras duas cadeias de restaurantes sondaram representantes da rede de cafeteria. No plano de recuperação judicial apresentado ontem, a SouthRock, que opera a rede de cafeterias no país pontuou que, ao longo de 2023 foram fechadas mais de 55 lojas da Starbucks que apresentavam resultado negativo, além de uma reestruturação de 20% da equipe administrativa diretamente ligada à marca. A empresa está em um tumultuado processo de reestruturação desde outubro do ano passado, com dívidas de R$ 1,8 bilhão.

Segundo dados da Associação Brasileira do Franchising (ABF), o setor cresceu 13,8% em 2023 em comparação com 2022, faturando R$ 240,6 bilhões. O segmento de food service foi o que apresentou maior alta com um percentual de 17,9%, responsável por R$ 46,9 bilhões.

De acordo com Fábio Guerra, CEO da Guerra Expansão de Negócios e Franquias, o delivery e o surgimento de novos negócios são algumas das explicações para o bom desempenho do segmento.

“O delivery se tornou um hábito de consumo e, mais do que nunca, faz parte do share de venda das franquias. Além disso, novos formatos de negócios, seja em tamanho ou tipos de serviços, ajudaram nessa alta”.

Espaço Publicitáriocnseg

Com informações do Jornal Giro News

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui