28.1 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 24, 2021

Sombra e água fresca

O presidente do Sindicato dos Bancários da Espanha (Comfia), Manolo Rodriguez, explicou que as transformações tecnológicas e as fusões e aquisições entre bancos foram tratadas de forma distinta no Brasil e em seu país. A demissão de 8 mil bancários em apenas uma semana, como ocorreu após a venda do Banespa ao banco espanhol Santander, jamais ocorreria na Espanha, onde os empregados gozam de regalias inimagináveis pelos neoliberais tupiniquins. “Voluntariamente, as pessoas acima de 52 anos podem deixar a empresa, continuando a receber 92% do último salário até completar 60 anos, sem onerar a seguridade social. Em troca, o banco recebe incentivos fiscais”, disse. Rodriguez identifica a flexibilização das leis trabalhistas, o desemprego e a desigualdade regional como os principais problemas do “proletariado global”.

Gioconda
Os aviões que atingiram o World Trade Center e o Pentágono, nos Estados Unidos, continuam causando estragos, não só lá mas em outros países. Ontem, o Louvre anunciou que não fará mais exposições temporárias até o final do ano. Motivo alegado pela direção do museu francês: falta de verba de vido à redução do público após os atentados de 11 de setembro de 2001 – queda de 7,4% no primeiro semestre deste ano. Até 2003, os visitantes terão que se contentar com coleção de antiguidades, pinturas e esculturas da coleção permanente do museu – o que não é pouco.

Bóia
A campanha para salvar a candidatura José Serra do naufrágio incluiu a ampla divulgação, no Rio, de uma pesquisa do Ibope feita somente em São Paulo, terra do presidenciável tucano e onde ele ainda consegue desempenho acima do medíocre.

“Don”t cry”
Depois de ver Garotinho junto a Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek, o eleitor – o do Rio de Janeiro – pôde ver na noite de segunda-feira, na Rede Record, a candidata ao governo fluminense Rosinha Garotinho postulando uma vaga de mãe dos pobres. É o inédito casamento de Getúlio com Evita. Com ciúmes deve ter ficado Perón.

Meu nome é
A Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) promove hoje, de 9h a 13h, seminário com os candidatos ao governo do estado. O evento, segundo a associação, tem como objetivo “oferecer ao empresariado e à sociedade a oportunidade de conhecer o pensamento dos candidatos sobre as dificuldades a serem enfrentadas pelo estado para alcançar o crescimento econômico sustentável, com estabilidade e, assim, reduzir as desigualdades sociais”. Serão cinco candidatos – além dos três principais (Benedita, Jorge Roberto e Rosinha) irão também Aspasia Camargo (PV) e Solange Amaral (PFL) – que terão, cada um, 20 minutos para palestra, seguidos de 15 minutos de debates. Com tempo tão escasso, ganharia fácil o apoio dos empresários o econômico Enéas. Mas ele não é candidato a governador, muito menos no Rio; este ano concorre a uma vaga na Câmara dos Deputados por São Paulo.

Errado
“Como um país recentemente caracterizado por uma performance exemplar pode estar à beira de uma crise econômica após cumprir fielmente com o seu último programa com o FMI? Será que a crise brasileira significa que há algo terrivelmente errado com o sistema financeiro internacional?”. Ao contrário do que podem pensar os leitores mais apressados, esta declaração não faz parte do programa de José Maria, candidato do PSTU à Presidência. É um trecho de artigo do economista Morris Goldstein, do Institute of International Economics, dos Estados Unidos, publicado no jornal Financial Times, bíblia dos banqueiros. O economista faz a pergunta após considereações acerca do pacote de US$ 30 bilhões ao Brasil.

Semestre
Não explicitado na matéria publicada ontem na primeira página do MM, os mercados financeiros europeus temem por uma moratória brasileira num prazo de até seis meses.

Artigo anteriorInflação
Próximo artigoMargem de erro
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.