Sonho da casa própria fica mais distante

Contratação de moradias com recursos do FGTS cai ano após ano.

Semana passada, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) divulgou que o FGTS aplicou R$ 60,8 bilhões em operações de financiamento habitacional em 2020, com a contratação de 420.713 moradias. Apesar de o valor mostrar recuperação em relação aos anos anteriores (R$ 56,5 bilhões em 2019 e R$ 59,9 bilhões em 2018, valores não corrigidos pela inflação), o número de habitações financiadas mostrou uma grande queda em relação ao ano anterior, quando foram contratadas 568.179 moradias.

A tendência vem ocorrendo ano após ano. Em 2018, foram 527.733 famílias beneficiadas; em 2017, 556.327; em 2016, quando orçamento executado chegou a R$ 80,8 bilhões, foram contratadas 547.053 moradias.

Como o aumento do custo da construção ameaça a operação do Programa Casa Verde e Amarela (o Minha Casa Minha Vida de Bolsonaro), a tendência deve continuar.

 

Cobrança 5.0

O movimento Destrava Brasil calcula que, com a PEC 110, da Reforma Tributária, o Brasil terá um ganho trilionário. “Somente o uso da tecnologia de cobrança 5.0 automática a cada nota fiscal emitida vai permitir uma formalização de pelo menos 50% do PIB informal, estimado em R$ 1,8 trilhão’, sonha o tributarista Luiz Carlos Hauly, ex-deputado federal.

O fim da guerra fiscal traria uma economia de R$ 300 bilhões ao ano para os consumidores; a impossibilidade de ser formar novas dívidas ativas, mais R$ 100 bilhões; o fim do contencioso, outros R$ 100 bilhões. “A reforma tributária completa, como prevista na PEC 110, fará o PIB crescer adicionalmente 5% ao ano e 40% em oito anos”, acrescenta o otimista Hauly, que classifica a proposta de mudanças no Imposto de Renda feita pelo Ministério da Economia como algo que beneficia apenas momentaneamente os interesses do governo com a realocação de carga tributária sobre o rendimento das famílias de baixa renda.

 

RH é com administrador

O Conselho Regional de Administração do Rio (CRA-RJ) recebeu sentença favorável do 5º Juizado Especial Federal RJ contra uma ação movida por uma consultoria de Recursos Humanos. A empresa alegava que não deveria pagar anuidades nem cumprir a exigência de responsável técnico. Porém o juiz reconheceu o exercício de atividade privativa de administrador.

 

Nem tudo que reluz

Ninguém mais abre uma empresa; cria uma startup. E, depois das fintechs, vieram as insurtechs, accounttechs, traveltechs, techtechs… O objetivo é ser adquirida por uma empresa grande tradicional. Muitas, descobriremos mais tarde, não passam de merpotechs.

 

Rápidas

Heloísa Borges, diretora de Óleo, Gás e Biocombustíveis da EPE, e Carole Nakhle, CEO da Crystol Energy são as convidadas do webinário que a FGV Energia fará em 2 de agosto, às 14h, sobre o papel das empresas de óleo e gás na transição energética. Inscrições aqui *** Aasp realiza nesta quinta-feira, às 19h15, o evento “Processo civil no direito de família”. *** Estão abertas até 18 de agosto as inscrições para o curso “Práticas Perícias Ambientais: Avaliação de Impacto Ambiental”, que será ofertado a distância neste 2º semestre pela UFSCar.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Terceira via tira a máscara

Diferença para atual governo está nos métodos, não nos fins.

Baía de Guanabara como sujeito de direitos

Em SC, Judiciário debate gestão e governança da Lagoa da Conceição.

Melhor bolinho de bacalhau

O mais novo ‘Patrimônio Cultural’, que foi frequentado por Pixinguinha.

Últimas Notícias

Cautela pré-Fomc pesa sobre Bolsas no globo

Em dia de vencimento de opções, NY fechou em baixa, com o retorno das incertezas sobre o ritmo de retomada econômica.

A desigualdade entre os ‘iguais’

Por Rafael Luciano de Mello.

SP: alimentação puxa alta no preço da cesta básica

Segunda prévia do IGP-M variou negativamente em relação à segunda prévia do período anterior, mas avança ante a última divulgação.

Jovem baixa-renda é mais requisitado para voltar a trabalho presencial

Quanto menor a renda familiar, maior o percentual; brasileiros de 18 a 25 anos somam 42% das contratações temporárias no primeiro semestre.