31.1 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Stalin e Guevara

Uma frente de partidos de oposição ao Governo Chávez lançou o ex-líder estudantil Stalin para a prefeitura da capital, Caracas. Já o recém-fundado partido Un Nuevo Tiempo, também de oposição, tem como seu coordenador de juventude um rapaz cujo sobrenome é Guevara.

Lá como cá
A gravidez precoce é problema sério na Venezuela, em cujos hospitais não é incomum encontrar gestantes de 15 anos. Segundo médicos da capital Caracas, os programas educativos levados a cabo pelo governo não estão conseguindo mudar a situação, que segundo eles “aumenta os índices de mortalidade infantil do país e gera mais pobreza”.

Oportunidade
O governo venezuelano começará a instalar GPS em caminhões-tanque para tentar diminuir o contrabando de combustíveis para a Colômbia. A diferença de preço da gasolina entre os dois países não está longe dos 1000%. Alem disso, o governo estima que 100 mil veículos de propriedade de cidadãos colombianos tenham placas da Venezuela, o que facilita o livre trânsito na fronteira.

Social
A Assembléia Nacional da Venezuela aprovou um novo imposto para a exportação do petróleo, que só será aplicado quando o preço do barril de Brent cru exceder os US$ 70. O dinheiro arrecadado, estimado em US$ 9 bilhões por ano, será usado em projeto sociais e de desenvolvimento sustentável.

Vou de gás
O Governo Chavez vem fazendo forte campanha pelo uso do gás natural na Venezuela, e esperam-se medidas a respeito (entre os taxistas de Caracas se comenta que o governo poderia decretar uma medida tornando o uso do gás obrigatório). Isso liberaria mais petróleo para exportação, elevando os ganhos.

Perseguição
O Governo das Venezuela, através do canal de TV estatal Venezolana, fez grande propaganda da não assinatura do acordo de livre comércio entre Colômbia e EUA. A TV deu voz a sindicatos ligados ao chavismo para que denunciassem “as perseguições e mortes de sindicalistas colombianos pelo Governo Uribe”

A número 1
Os venezuelanos lotam os bares de Caracas para assistirem aos jogos da liga de beisebol dos EUA, que tem vários jogadores do país. Entre eles há quem consuma a Brahma, “la cerveza de los brasileños”.

Dividido
Os venezuelanos aguardam as próximas eleições municipais com certo receio. Alguns afirmam que se a oposição ganhar espaço, o pais virará um barril de pólvora. Outros temem que uma vitória do governo leve Chávez a reforçar as políticas de caráter socializante e a nacionalização de empresas.

Conta
Quando haitianos residentes em Caracas vêem um brasileiro, logo acusam nosso Exército de usar da violência contra a população de seu país.

Artigo anteriorBola de cristal
Próximo artigoNova Educação
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.