Startup oferece a hospitais carregadores de baterias para smartphones

Os profissionais da Saúde precisam disponibilizar informações sobre a situação clínica do paciente internado com suspeita ou diagnóstico de Covid-19 para familiares ou responsáveis. Tudo é feito remotamente e o celular é a ferramenta mais usada para esse contato. O smartphone também é, muitas vezes, o único elo com a própria família, já que a demanda é alta e os plantões têm sido sucessivos. Atenta a essa necessidade e ciente da importância de manter o carregamento do aparelho em dia, a Hyuup oferece aos hospitais paulistanos a possibilidade de instalarem suas máquinas que permitem o compartilhamento de baterias portáteis (Powers Banks), gratuitamente, por 12 horas diariamente.

O risco de ficar sem bateria no smartphone até para chamar o Uber, por exemplo, é mais uma situação de estresse que pode ser evitada. “No atual cenário hospitalar, em que é impossível deixar o aparelho plugado na energia, longe do proprietário, esperamos amenizar as preocupações desses heróis que têm salvado tantas vidas”, diz o CEO e sócio-fundador da Hyupp, Ahmed Kadura. “Nesta hora tão difícil para o Brasil, em que vivemos o pior momento da pandemia, é dever de todos contribuir.”

O carregador portátil já possui os cabos de conexão com aparelhos iOs e Android integrados. “As máquinas devolvem a mobilidade aos usuários de smartphones. Basta pegar um dos Powers Banks, conectar ao aparelho e se locomover para onde desejar e precisar. Depois que o smartphone estiver carregado, é necessário apenas procurar no aplicativo onde fica o ponto de entrega mais vantajoso de acordo com a rotina de cada usuário e se dirigir até ele para encerrar a transação”, explica Kadura.

Quando precisam, os usuários podem localizar as baterias disponíveis através do aplicativo e desbloqueá-las. A cobrança também é feita diretamente pelo app, via cartão de crédito, que serve como garantia de devolução. No caso dos hospitais, a vinculação do cartão servirá apenas como garantia caso não haja a devolução do equipamento em 24 horas.

Fundada no final de 2020, a Hyupp é uma startup que alia inovação, praticidade e mobilidade ao usuário, com o serviço de compartilhamento de baterias portáteis (Powers Banks). Por intermédio de parceria com bares, restaurantes, lojas de conveniência, varejistas, aeroportos e vários outros tipos de estabelecimentos a companhia instala máquinas para a retirada do equipamento que após seu uso, podem ser devolvidos em qualquer outro ponto onde exista o produto instalado. Os endereços para retirada e devolução, assim como todo o sistema de pagamento são disponibilizados por meio de um aplicativo.

Atualmente existem mais de 50 estações de recargas espalhadas em estabelecimentos comerciais na capital paulista, e a expectativa é chegar 400 até julho e 800 em setembro. O crescimento estimado é de 1.800% em 2021. A meta é avançar para fora de São Paulo e fechar 2021 com faturamento de R$ 1,7 milhão.

Leia também:

‘Avião modular’ recebe prêmio internacional de design

Aneel ameaça energia solar no Brasil

Artigos Relacionados

Rádios FM poderão antecipar aumento de potência e área de cobertura

Antes, emissoras só podiam solicitar mudança a cada dois anos e de forma gradual.

Mudanças no câmbio abrem caminho para o Pix internacional

Propostas da Consulta pública são os primeiros passos para colocar em prática o sistema de transferências instantâneas com o exterior.

Energia solar baixa custo ao consumidor e criará 1 milhão de empregos

Consumidores terão menos gastos com energia até 2050.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Rádios FM poderão antecipar aumento de potência e área de cobertura

Antes, emissoras só podiam solicitar mudança a cada dois anos e de forma gradual.

Mudanças no câmbio abrem caminho para o Pix internacional

Propostas da Consulta pública são os primeiros passos para colocar em prática o sistema de transferências instantâneas com o exterior.

Taxa de empréstimo pessoal tem pequena alta em abril

Segundo o Procon-SP, a taxa média de empréstimo pessoal foi de 6,1% ao mês.

Mercados com poucas oscilações

PEC fura-teto preocupa.

Por preços de combustíveis, IPCA deve desacelerar

Por outro lado, os preços dos serviços devem continuar em patamares baixos, influenciados pelas medidas de restrição e pelas fracas condições do mercado de trabalho.