Sudeste teve alta de 5% nas vendas por internet em maio ante abril

Considerando a mesma base de comparação, o faturamento do setor também cresceu: 7%.

A Região Sudeste expandiu em 5% nas vendas por e-commerce no mês de maio frente a abril. Considerando o mesmo período de comparação, o faturamento do setor também cresceu: 7%. Os dados são do índice MCC-Enet, levantamento desenvolvido pela Neotrust Movimento Compre & Confie em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net).

Continuando com o mesmo período comparativo, ao comparar por região, o Sudeste ficou na liderança. Na sequência, apareceram Sul (3,23%); Nordeste (0,99%); Centro-Oeste (0,63%); e Norte (-6,25%).

Na avaliação das vendas pela internet, quando o período comparado é maio (2022 com 2021), teve ascensão de 3,63%. No acumulado no ano, a expansão segue em 5,30%.

O desempenho das demais regiões no acumulado no ano foi Norte (26,55%); Nordeste (16,66%); Centro-Oeste (13,35%); e Sul (10,48%).

O faturamento do varejo eletrônico no Sudeste teve queda de (-2,62%), quando a comparação foi entre os meses de maio de 2022 com 2021. Já no acumulado no ano, segue em alta: 2,07%.

No acumulado no ano, as demais regiões tiveram o seguinte desempenho: Norte (9,84%); Nordeste (9,27%); Sul (8,90%); e Centro-Oeste (4,76%).

Já levantamento da Criteo analisou o comportamento do público em junho de 2022 e descobriu que 95% das compras virtuais registradas no fim de semana do Dia dos Namorados foram feitas por meio de smartphones. O comércio eletrônico geral no período sazonal cresceu 10% em junho, com aumento específico de 6% nos cliques para sites de comércio eletrônico.

Em abril, a empresa analisou dados de vendas de cosméticos que apontavam um aumento nas vendas no início do mês, registrando 25% a mais do que no final de março. Os dados mostram que, poucos dias antes do Carnaval de abril, houve um aumento de 19% nas vendas. Com a retomada das rotas turísticas que estavam em standby durante a pandemia, as reservas de viagens, por sua vez, começaram a aumentar no final de março de 2022 (crescimento de 18%), atingindo um pico cerca de uma semana antes do Carnaval, pouco antes da Páscoa.

Leia também:

Comércio eletrônico teve aumento de 115% nas vendas nos Namorados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Projeto de lei visa incentivar o bom pagador

Para conseguir os benefícios, o consumidor já deverá ter honrado mais de 75% da dívida total

Mercado reduz projeção da inflação de 7,15% para 7,11%

Para 2023, a estimativa de inflação ficou em 5,36%

Endividamento explode após fim de saques do FGTS e adiantamento do 13º

Quase 8 em cada 10 brasileiros têm dívidas; 29% em atraso.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior