Super-ricos aumentaram suas fortunas na pandemia

Crise pode levar mais 500 milhões de pessoas ao nível de pobreza.

Relatório do banco suíço UBS mostra que 77% das famílias mais ricas – que tinham fortunas médias de US$ 1,6 bilhão – viram seus portfólios de investimento “cumprirem ou superarem as metas” durante a pandemia. “Mais de três quartos das pessoas mais ricas do mundo relataram um aumento em suas já vastas fortunas familiares, apesar do choque econômico causado pelo coronavírus”, resume o jornal britânico The Guardian.

O UBS pesquisou 121 escritórios familiares, que administram fortuna total de US$ 142 bilhões (34 escritórios não quiseram revelar suas fortunas); 93 haviam atingido ou excedido suas metas financeiras no ano até maio.

Escritórios familiares (family offices) são empresas de consultoria de gerenciamento de patrimônio que atendem a investidores com patrimônio líquido muito alto. Também são usados por pessoas ricas para administrar casas e funcionários em todo o mundo e para cuidar de jatos particulares, iates e outros bens de luxo.

As famílias no quinto mais pobre – conforme medido por sua renda pré-crise – foram as mais atingidas em termos de ganhos, com uma queda nos ganhos médios das famílias em torno de 15%, cerca de £ 160 por mês (R$ 1.070)”, segundo relatório do Instituto de Estudos Fiscais britânico. A pandemia pode aumentar a pobreza global em até meio bilhão de pessoas, ou cerca de 8% da população mundial, segundo uma pesquisa da Universidade das Nações Unidas.

O levantamento Investor Watch, também do UBS, ouviu mais de 3.750 investidores de 15 países com pelo menos US$ 250 mil investidos para saber o impacto da pandemia no modo de ver o mundo. No Brasil, dos 200 investidores pesquisados, 84% acreditam que o velho modo de viver mudará para sempre; o percentual é superior à média mundial (75%). Um terço dos brasileiros disse ter sido impactado significativamente pela crise, enquanto metade foi um pouco afetada.

Artigos Relacionados

Produtos plásticos aumentaram exportação na pandemia

No início de 2020, setor também enfrentou alguns problemas como falta de insumos, mas exportação atualmente está crescendo.

Aumenta investimento estrangeiro em Xangai

O investimento estrangeiro integralizado em Xangai registrou um aumento anual de 21,1% no primeiro semestre de 2021, anunciaram autoridades locais. A utilização real do...

CE acende luz verde para desembolsos pós-crise da Covid-19

A Comissão Europeia (CE) informou nesta quinta-feira que deverá realizar os primeiros desembolsos das verbas de recuperação pós-crise da Covid-19 “no início de agosto”....

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...