Suse reporta crescimento no terceiro trimestre

Receita aumentou 14% ano a ano em meio aos efeitos da pandemia de Covid-19 na economia global neste trimestre.

Mercado Financeiro / 22:10 - 18 de set de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Suse, empresa independente de código, anunciou nesta sexta-feira, em Londres, seus resultados financeiros e os destaques do terceiro trimestre do ano fiscal de 2020 encerrado em 31 de julho. A empresa usa tecnologia de nuvem para armazenamento de dados. A receita aumentou 14% ano a ano em meio aos efeitos da pandemia de Covid-19 na economia global neste trimestre. Os contratos de ACV (valor do contrato anual) em nuvem continuaram a florescer com um crescimento de 81%, marcando o aumento de ACV na nuvem por 14 trimestres consecutivos.

Outros destaques corporativos do terceiro trimestre incluem contratos maiores com aumento de 35% até a presente data em negócios no valor de mais de US$ 1 milhão; aumento da demanda por Linux corporativo para executar cargas de trabalho SAP , salto de 50% nos contratos ACV ano a ano para o Suse Linux Enterprise Server para aplicativos SAP; e crescimento significativo na América do Norte, Ásia-Pacífico e Japão, aumentos de 25% e 21%, respectivamente, nos contratos ACV ano após ano.

As conquistas de novos clientes dignas de nota no trimestre incluem a Dell EMC e o provedor global de tecnologia de medição e automação Endress + Hauser. “À medida que o mundo enfrenta os desafios da pandemia atual, a SUSE continua a agregar valor como parceira, membro da comunidade e fornecedora de soluções de tecnologia transformacional”, disse Melissa Di Donato, CEO da Suse.

Nosso crescimento contínuo reflete nossa dedicação à satisfação do cliente, bem como o forte modelo de negócios e resiliência da SUSE como empresa. E não vamos parar por aqui, pois planejamos acelerar ainda mais nossa trajetória de crescimento com o anúncio de um acordo definitivo para adquirir a Rancher Labs, que irá expandir significativamente nosso portfólio e participação no mercado de Kubernetes”, acrescentou. A empresa abriu um novo centro de engenharia e inovação em Sofia, Bulgária, juntando-se aos principais locais de desenvolvimento da SUSE na Alemanha, República Tcheca, Índia e Estados Unidos.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor