Susto

Se verdadeira, a surpresa demonstrada na quinta e sexta-feira por alguns “jornalões” ante a queda da atividade econômica revela que eles estavam começando a acreditar nas lorotas que insistem em impingir a seus leitores.

Patinando
Para que “jornalões” não sejam pegos de surpresa novamente: como o MM mostrou na quinta-feira, a retração na economia já afeta a arrecadação. Inicialmente a maior perda é no ICMS e no IPI, mas a tendência é que até o fim do ano atinja o Imposto de Renda e contribuições sobre o faturamento. O resultado disso é que vai ficar ainda mais difícil para o governo atingir a brutal meta de redução do déficit primário (exclui gastos com juros) exigida pelo FMI. Como não se ataca o problema dos altos juros – estes sim responsáveis pelo rombo nas contas públicas – já se pode prever um círculo vicioso em que a arrecadação cai, exigindo mais cortes no orçamento para se atingir a meta de déficit, levando a nova queda na arrecadação etc. Exemplo de aonde isso leva pode ser visto aqui pertinho, no vizinho platino.

No Clube
O governador de Minas Gerais, Itamar Franco, faz palestra no Clube Militar no próximo dia 27. O evento será na sede, na Av. Rio Branco.

Volta
A Legião da Boa Vontade (LBV) deve conseguir novamente seu certificado de isenção como entidade filantrópica. O certificado foi suspenso depois de severas matérias feitas por um jornal do Rio contra a LBV. O motivo das matérias não é mais segredo nem na ONU.

Rio+10
O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e a Comissão Econômica para América Latina (Cepal) escolheram o Fórum Internacional Rio+10, promovido pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds) e marcado para 18 e 19 de outubro, no Teatro Sesi/Firjan, no Rio, como fonte de subsídio para produzir o documento oficial do setor produtivo latino-americano que será apresentado em Johanesburgo, África do Sul, ano que vem, no World Summit. O World Summit marcará os dez anos da Rio-92. Além do balanço desta década, buscará elaborar propostas visando ao desenvolvimento sustentável do planeta.

Alternativas
O Comitê Organizador do Fórum Social Mundial (FSM) confirmou a realização da segunda edição do evento ano que vem, em Porto Alegre, de 31 de janeiro a 5 de fevereiro de
2002. Mais uma vez, o FSM será realizado simultaneamente com o Fórum Econômico Mundial em Davos, Suíça. O objetivo é contrastar as propostas do FSM com as da cúpula neoliberal de Davos. Entre 14, 15 e 16 de setembro, representantes do FSM, do FMI e do Banco Mundial (Bird) se reúnem, em Paris, para preparar tele-conferência conjunta, que acontecerá durante a reunião do Conselho Internacional do FSM, no Senegal, no fim de outubro.

Ditadura financeira
A reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), nesta terça-feira, fornece importante estudo de caso sobre as conseqüências que adviriam da radicalização da independência do Banco Central. Com o país caminhando aceleradamente para o abismo da recessão, caberá a meia dúzia de tecnocratas, sem voto e com sensibilidade zero, definir a trajetória da taxa de juros, principal variável macroeconômica que influenciará os principais setores do país durante os próximos e decisivos meses. Assim como a guerra é séria demais para ser entregue exclusivamente aos generais, o futuro dos juros é sério demais para ser definido apenas pela diretoria do BC.

Artigo anteriorFiguração
Próximo artigoContraponto
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preço do diesel avança pelo quarto mês consecutivo

Combustível ultrapassou R$ 4 em fevereiro e os dois tipos, comum e S-10, registraram valores acima de todos os meses de 2020.

Antítese da véspera

Ontem o dia foi completamente diferente da terça-feira, em que começamos o dia raivosos, suavizando mais tarde.

Rio fecha bares à noite e adota toque de recolher

Bares e restaurantes agora só podem funcionar das 6 às 17h; em SP, diretor do Butantan defende que estado seja colocado em fase mais restritiva.

PEC emergencial e pedidos por seguro-desemprego

Mercados europeus fecharam mistos na quarta-feira; indicadores da Zona do Euro tiveram desempenho acima do esperado.

Setor de eventos terá parcelamento e isenção de impostos

Projeto foi aprovado pela Câmara e segue para o Senado.