Telhado tucano

A insistência de Serra em criticar Lula por não participar de todos debates de que deseja também pode provocar constrangimentos quando for a Minas. Eleito governador daquele estado no primeiro turno, o tucano Aécio Neves se recusou a participar de todos debates com seus adversários.

Outra versão
A reintrodução da alíquota de 35% sobre o Imposto de Renda de Pessoa Física para quem tem renda mensal superior a R$ 14 mil é uma das principais propostas que devem ser aprovadas no VIII Congresso Nacional dos Auditores da Receita Federal (Conaf), promovido pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco). Extinta pela Lei 9.250/95, a alíquota de 35%, segundo estimativa dos auditores, garantiria uma receita de R$ 1,5 bilhão/ano.
O congresso, que está sendo realizado em Belo Horizonte (MG) desde domingo e se encerra neste fim de semana, pretende apresentar as propostas da categoria para a reforma tributária que deve ser proposta pelo próximo governo, apontando caminhos para obter novas fontes de arrecadação que não passem, necessariamente, pelo bolso do assalariado ou do consumidor de baixa renda. “Não haverá neste país justiça social sem justiça fiscal. E não haverá justiça fiscal sem justiça tributária”, defende o presidente do Unafisco, Paulo Gil Introíni.
O congresso conta com a participação de personalidades como o ex-secretário da Receita Federal Osiris Lopes Filho e os economistas Paulo Nogueira Batista Júnior (FGV) e Dercio Garcia Munhoz (Unb).

Pânico
O prefeito petista do município fluminense de Paracambi, André Ceciliano, criticou a postura da atriz Regina Duarte no programa eleitoral do candidato tucano José Serra. “É lamentável que uma atriz com a história de Regina Duarte se preste a fazer um papel não em favor do candidato dela, mas sim, pregando o medo, pânico na população, que já definiu em quem vai votar. Isso é antidemocrático e um ato irresponsável. Você pode fazer campanha para o seu candidato sem denegrir ou menosprezar a história do outro”.
O prefeito frisou que o PT está mobilizando toda a sua militância para que Lula tenha uma votação expressiva no Rio. A meta é que a cada 10 votos no Estado do Rio, oito vão para o candidato do PT e só dois para o Serra. “Esperamos que Lula, caso vença a eleição, olhe para o Estado do Rio com carinho; é o segundo maior estado em arrecadação para a União e o 16º em investimentos do próprio governo federal. Por isso, o Rio merece mais”.

Namoradinha tucana
Os primeiros programas eleitorais do tucanato no segundo turno não deixam dúvida: Regina Duarte é o Mário Amato de Serra.

Sem papel
Pera aí, se o país tem cerca de 12 milhões de desempregados, os salários estão em queda há dois anos, a Saúde e a Educação estão como estão, a dívida pública subiu mais de dez vezes e ninguém sabe sequer quanto o real valerá no dia seguinte, a Regina Duarte está com medo de que?

Pinacoteca tucana
O comitê de São Paulo da campanha de José Serra promove, hoje, leilão de cerca de 60 lotes de obras de arte. Segundo informações do sítio de Serra, serão oferecidos quadros de Di Cavalcanti, Burle Marx, Laser Segall, Fúvilo Pennacchi, Aldo Bonadei, Maria Bonomi, Vitório Bobbs, Farnese Andrade, Wega Nery, Carybé, além de pinturas, antiguidades e jóias. Pelo visto, o tucanato e seus apoiadores estão hedgiados em sólidos ativos reais.

Aperto
Técnicos do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) e do governo federal se reúnem amanhã, na Escola Superior de Administração Fazendária (Esaf), no prédio do Ministério da Fazenda, para definir o programa de treinamento sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal para os municípios do Rio. Trata-se de um curso de quatro dias, que será ministrado entre os dias 11 a 14 de novembro.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCeará “lulou”
Próximo artigoPela janela

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

Eve desenvolverá modelo de operação de Mobilidade Aérea Urbana

A Eve Urban Air Mobility, empresa da Embraer, e a Bristow Group Inc. (NYSE: VTOL), líder mundial em soluções de voo vertical, anunciaram, nesta...

China: Ampliar apoio à energia verde agrada banco de investimento

O Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (BAII) declarou que dá as boas-vindas ao anúncio da China de aumentar o apoio à energia verde...

XP: Preços de ativos podem sofrer na atual turbulência de mercado

Um dia depois do aumento de 1 ponto percentual da taxa básica de juros, a Selic (agora em 6,25% ao ano), pelo Comitê de...

Projetos de energias renováveis em substituição ao uso do diesel

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Eletrobras firmaram um Pacto de Energia para atuarem conjuntamente na busca de soluções...

Proposta atualiza regulamentação sobre as cooperativas de crédito

Texto em análise na Câmara dos Deputados promove uma série de modificações na Lei do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC), abordando o Projeto...