Temer tem razão

O presidente Michel Temer conseguiu acertar ao dizer a frase clichê “os cães ladram, e a caravana passa”. Enquanto se...

O presidente Michel Temer conseguiu acertar ao dizer a frase clichê “os cães ladram, e a caravana passa”. Enquanto se caminha para consumar a troca do atual ocupante do Palácio do Planalto por outro nome aprovado pelo mercado, as mudanças que levam o Brasil de volta ao início do século XX, ou antes, vão se concretizando. Desde as mais conhecidas e abrangentes, como o fim dos direitos trabalhistas e o esquartejamento da Petrobras (esta semana foi aprovada a venda de parte da BR Distribuidora), até outras menos badaladas, como a alteração no Fies, passando por cortes nos orçamentos dos programas sociais.

A retirada de Temer da Presidência é um dever, pelo conjunto da obra, mas isso não transforma em heróis Sérgio Zveiter ou Rodrigo Maia. Foi o desgaste do presidente da República nas ruas – o “Fora, Temer” virou bordão até de camelô – que precipitou o fim da alternativa orquestrada nos últimos meses de 2015. O presidente da Câmara, ainda que, por ser novo, tenha pretensões políticas de prazo mais longo, não se furtará a tentar emplacar os projetos reacionários ora encabeçados por Temer. Afinal, só assim ele conseguiria deixar de ser um deputado de parcos votos obtidos à sombra do pai ex-prefeito para se tornar um detentor da confiança do mercado.

A solução continua a mesma que esta coluna defende há quase dois anos: eleições diretas.

 

Lula livre

A esquerda pode ter muito senões sobre Lula – a maior parte merecidos – mas não se deve deixar enganar: a execração do ex-presidente é um profundo golpe em todos os setores progressistas, mesmo naqueles que não se sentem representados pelo contraditório Partido dos Trabalhadores.

A influência de Lula nas eleições de 2018 é uma obra em construção. A demonização da esquerda, fato presente.

 

Indicados

Já que o ministro Gilberto Kassab está sendo investigado pela Comissão de Ética Pública da Presidência – após seu nome aparecer em denúncias feitas pela JBS sobre pagamento de propinas – poder-se-ia (melhor gastar a mesóclise enquanto Temer ainda ocupa a cadeira) examinar suas indicações no governo. Por exemplo, se indicou, ainda no Governo Dilma, para a Eletrobras, o diretor de Administração, Alexandre Aniz, que foi subprefeito de Kassab quando este comandou São Paulo.

 

Olho nas doações

A integração de dados entre a Receita Federal e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permitirá que a Justiça Eleitoral tenha acesso à Escrituração Contábil Digital (ECD) dos partidos políticos por meio do serviço eletrônico de intercâmbio de dados (WebService). Na opinião do vice-presidente de Política Institucional do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Joaquim Bezerra, a iniciativa dará “celeridade e eficiência na conferência das prestações de contas apresentadas pelos partidos políticos, que englobam os diretórios nacional, estadual e municipal”.

 

De fora

A Volkswagen bateu recorde de vendas na China no primeiro semestre de 2017, impulsionadas pelos veículos utilitários esportivos (SUV). A montadora alemã vendeu cerca de 1,4 milhão de veículos – 140 mil automóveis a mais que toda a produção brasileira de janeiro a junho.

Apesar de a China ter várias montadoras – algumas com um pé no Brasil – o que se vê nas ruas de Beijing são carros de marcas coreanas, europeias, norte-americanas, e um menor número de japonesas. Veículos chineses são mais comuns em táxis, vans e micro-ônibus.

 

Refis do Alckmin

Não é só o Governo Federal que está com novo Refis na praça. O Governo Estado de São Paulo abriu parcelamento especial do ICMS, dispensando ou reduzindo em até 75% as multas e 60% os demais acréscimos legais, de fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2016. O contribuinte pode aderir até 15 de agosto.

 

Rápidas

A Marinha do Brasil publicou edital para o concurso público do Corpo Auxiliar de Praças (CAP), destinado a brasileiros de ambos os sexos com Ensino Médio Técnico. São 90 vagas. Inscrições de 1º a 31 de agosto, no site ingressonamarinha.mar.mil.br ou em uma das Organizações Militares da Marinha *** Empresas do Chipre e o escritório Zaroni Advogados realizarão em 15 de agosto, no Rio de Janeiro, o evento “Chipre, um país de oportunidades”. Para participar, é preciso mandar e-mail para [email protected] *** A Confirp Consultoria Contábil realizará em 10 de agosto, das 9 horas ao meio-dia, a oficina Reforma Trabalhista – Uma revolução para as empresas. Será no Jabaquara (SP). Inscrições em http://bit.ly/2ucLPyH *** A Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet) deu início ao processo eleitoral que escolherá a nova Diretoria e o novo Conselho Fiscal para o triênio 2018-2020, na segunda quinzena do mês de novembro. A inscrição de chapas pode ser feita até 29 de setembro.

 

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Objetos do Coração ajuda o Pró Criança Cardíaca

E-commerce que vende objetos para casa e decoração exclusivamente em formato ou com estampa de coração vai doar 10% da venda de produtos selecionados...

Empresa Fácil oferece estudo de viabilidade a novos empreendedores  

Sistema permite a emissão do Alvará Provisório em 24h.

Fatores comportamentais podem influenciar nos acidentes de trabalho

Psicóloga e uma assistente social e também técnica de segurança do trabalho criaram o jogo Conversa Segura.

Reclamações sobre serviços de telecom caem 28,4% em maio

O número de reclamações de usuários dos serviços de telecomunicações caiu 28,4% em maio de 2021 na comparação com maio do ano passado, segundo...

EMS explica faturamento com o ‘kit Covid’

farmacêutica brasileira EMS informou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia que faturou R$ 142 milhões com medicamentos do kit Covid-19 em 2020,...