Tiro no pé

Que o governo esteja fazendo todo tipo de negociata para obter apoio para a reforma da Previdência, não é novidade para ninguém. Mas o que não dá para entender é o apoio dos prefeitos às mudanças, questiona Dão Real Pereira dos Santos, auditor fiscal da Receita Federal do Brasil e diretor de Assuntos Institucionais do Instituto Justiça Fiscal. O pagamento dos benefícios previdenciários constitui uma importante fonte de renda para a maioria dos municípios brasileiros. Para muitos deles, especialmente os menores, a Previdência Social tem sido a principal responsável pela sustentabilidade das economias locais e as prefeituras estariam quebradas se não fosse a previdência.

Segundo dados da Anfip, as transferências da Previdência ativam as economias locais, sendo a principal fonte de transferência de recursos para 70% dos municípios brasileiros. A Previdência Social reduz as desigualdades regionais, pois quanto mais baixo é o PIB do município, maior é a importância dos montantes pagos em benefícios para a economia local. Ou seja, os benefícios previdenciários promovem também o desenvolvimento econômico dos municípios”, calcula Santos.

Para a maioria dos municípios brasileiros, portanto, a Previdência não é um problema, mas sim uma solução. A Previdência Rural constitui hoje a principal fonte de rendimento das famílias rurais, tendo ultrapassado na última década os rendimentos advindos do trabalho na agricultura familiar e do trabalho assalariado. Em mais de 83,50% dos municípios brasileiros o pagamento de benefícios é superior à arrecadação previdenciária no próprio município, segundo estudo do auditor fiscal da Receita Federal Álvaro Sólon de França”, prossegue. “Ou seja, os prefeitos prometeram apoiar a reforma da Previdência em prejuízo da economia local da maioria dos municípios brasileiros e em troca receberão o privilégio de pedalar suas dívidas com a própria Previdência Social em até 260 meses, com redução de multas e juros. Afinal, quem é que sairá ganhando com esse negócio?”

A coluna arrisca uma resposta. De um lado, a situação de extrema penúria da maioria dos municípios; de outro, a quase total ausência de visão de longo prazo dos prefeitos. Felizmente, a reforma da Previdência subiu no telhado.

 

#Ocupe Brasília

As centrais sindicais esperam reunir 100 mil trabalhadores de todas as regiões na Marcha a Brasília, nesta quarta-feira.

 

Rápidas

A Facha – Faculdades Integradas Hélio Alonso realiza nesta quinta-feira, às 19h, a palestra “Os segredos da mente milionária”, com Leandro Marcondes, CEO da empresa Experiência de Sucesso, de treinamentos e palestras, e parceira, no Brasil, da Sucess Resources. Os participantes vão concorrer a uma inscrição gratuita no evento Milionaire Mind Intensive, de 9 a 11 de junho, no Centro de Convenções Sulamérica, no Centro do Rio. Inscrições: http://eventos.facha.edu.br/evento/281 *** O próximo Ciclo de Palestras Secovi do Grande ABC vai discutir “Corretor, qual é o seu perfil? Ele te traz sucesso?”, no dia 30, a partir das 18h30. Informações: [email protected] *** O espetáculo A Terceira Margem do Rio: a de Dentro completa sua temporada no Teatro Gonzaguinha, Centro do Rio de Janeiro, dias 26 e 27, às 19h30 *** Angela Souza, diretora do Instituto Nebari, realiza a palestra gratuita “Vamos falar sobre vendas”, no próximo dia 6, entre 20h e 21h, no Via Parque Shopping, Barra da Tijuca (RJ). Quem quiser se aprofundar pode fazer o treinamento (pago) “Eu posso! Habilidades para negociar e vender”, dia 10. Inscrições em https://goo.gl/vc2qYv

Artigo anteriorTiro no pé
Próximo artigoPimenta no dos outros…
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Chile, Paraguai, Colômbia… e o Brasil?

Crises políticas e sociais nos países vizinhos acendem alerta.

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.