Tiro nӇgua

A exemplo de áreas do mesmo tipo em outras partes do mundo, as 19 zonas francas criadas na Rússia, na década de 1990, no apogeu do neoliberalismo, longe do desenvolvimento impetuoso prometido, enfrentam longo processo de estagnação. Na região de Kaliningrado,  por exemplo, em 2002, seis anos após a zona especial ser criada, o Orçamento entrou no vermelho. Como as importações cresceram 130%, contra avanço de apenas 20% a 25% das exportações, o déficit da balança comercial passou a representar 90% do produto interno bruto (PIB) da região. Para fechar esse buraco, as transferências do poder central para a região chegaram a 43% do Orçamento local.

Das razõe$
As conclusões que se apressaram a vincular a colocação de títulos brasileiros indexados ao real a um suposto reconhecimento do sucesso da política econômica se sustentam mais no campo das vontades desejosas do que nas razões efetivas que levaram investidores a comprarem os papéis emitidos pelo Tesouro Nacional. Com o maior nível de liquidez internacional dos últimos dez anos, provocado pela política de juros reduzidos em todas as partes do mundo fora da nação palocciana, os investidores têm aproveitado qualquer oportunidade para exercer ganhos de oportunidade.
No caso do papel brasileiro atrelado ao real, o interesse dos credores se prende a uma arbitragem mista entre câmbio e juros. Com taxas de 12,75% ao ano – pagos em dólar – os compradores ganham na entrada em juros. Na saída, basta alimentar “bolhas” com papéis em moedas locais de emergentes para repassar a terceiros mais incautos ou aos especulativos mercados secundários os riscos com perdas causadas por eventuais desvalorizações do real. Nessa última modalidade, contam ainda com o deságio de 1,37% no valor de face com que os papéis foram vendidos.

Linguagem
O filósofo Pierre Lévy, um dos mais influentes estudiosos da cibercultura, titular da cadeira de Pesquisa em Inteligência Coletiva na Universidade de Otawa, Canadá, trabalha na criação de uma linguagem da Web. “Estamos criando uma nova geração de linguagem para aumentar a cognição”, disse Lévy. Para o filósofo, o grande problema é reutilizar o conhecimento que funciona localmente para ser compartilhado entre todos. De acordo com ele, as ciências sociais não dialogam entre si, diferentemente das ciências naturais. “Um físico pode dialogar com outro em qualquer parte do mundo porque eles têm a mesma linguagem”. A resposta é o ciberespaço. “Mas não é a solução, é apenas uma ferramenta para nos esforçarmos para reunir as ciências humanas, elementos importantes para o desenvolvimento humano”, disse.

Alta e alta
As exportações fluminenses, em agosto, aumentaram quase 15% sobre o resultado de igual mês de 2004, com forte contribuição das vendas de petróleo. As importações, por sua vez, com o real anabolizado, atingiram o valor mais alto desde outubro de 2002, com destaque para as compras de material de transporte, mecânica, química e petróleo. A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) divulga os detalhes nesta quarta-feira, às 14h30.

Com a mão no bolso
Deu na BBC: o político neo-zelandês Keith Locke, do Partido Verde, vai manter a promessa de campanha e correr pelado pelas ruas de seu distrito eleitoral, de Epson, depois de ter perdido as eleições no sábado. Se os políticos brasileiros aderirem à idéia de cumprir promessas eleitorais, teremos prefeito que não vai abandonar o mandato pelo meio para se candidatar a governador ou presidente, ex-deputado que nunca mais tentará as urnas e outros exemplos de faunas exóticas.
A possibilidade, porém, é tão remota quanto à dos verdes – em qualquer parte do mundo – largarem o poder, ainda que abandonando os aliados e aninhando-se em novo governo com antigos desafetos.

A termo
As declarações do doleiro Toninho da Barcelona na sessão conjunta das três CPIs, em que desmentiu todas suas denúncias anteriores à Polícia Federal e a membros da CPI dos Bingos, não deixam dúvidas: Barcelona zerou as posições do PT no mercado à vista. Falta examinar os ganhos futuros.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorClone
Próximo artigoContramão

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...