Todos os amigos do presidente

Não é a primeira vez que os Bolsonaro veem seus auxiliares em apuros

Apoiadores de Bolsonaro nas redes sociais estão tentando emplacar a história de que o assessor de Flávio Bolsonaro pego pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) com movimentações atípicas seria agiota. Os depósitos seriam pagamentos feitos por quem pegou dinheiro com ele. Como o Bolsonaro pai disse que emprestou R$ 40 mil ao assessor e amigo Fabrício Queiroz, seria o caso inédito de agiota que pega dinheiro emprestado.

Não é a primeira vez que Flávio Bolsonaro vê seus auxiliares em apuros. No final de agosto, dois policiais militares que participavam de agendas da campanha do deputado estadual, então candidato ao Senado, foram presos durante investigação, comandada pelo Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro, sobre quadrilha de policiais especializada em extorsões.

Os irmãos gêmeos PMs Alan e Alex Rodrigues de Oliveira se aproximaram do PSL por meio da irmã, Valdenice de Oliveira Meliga, uma das assessoras do deputado estadual e tesoureira do partido no Rio. Flávio negou que os PMs fizessem parte de sua campanha.

 

É… é… é…

Se passou quase uma semana, e até agora não se vê explicações convincentes sobre a movimentação atípica do assessor, amigo, segurança e motorista dos Bolsonaro.

 

Acordo

O Banco Original, o Banco do Agronegócio e quatro executivos fecharam acordo com a CVM dentro de processo que analisou irregularidade através da criação de condições artificiais de oferta, demanda e preço. Os dois bancos pagarão R$ 293.733,90, cada um, atualizado pelo IPCA, a partir de 28/1/2015 até a data do seu efetivo pagamento. Os executivos desembolsarão R$ 850 mil, no total.

O Original é 100% da J&F Participações, que controla o grupo JBS. Um dos expoentes do banco foi Henrique Meirelles, antes de ser alçado a ministro de Temer, candidato ao Planalto (1,2 milhão de votos, em sétimo lugar na corrida) e, agora, futuro secretário da Fazenda de Doria Jr.

 

Elite do funcionalismo

O Distrito Federal é a unidade da federação onde é mais acentuada a desigualdade de renda: 40% das pessoas com os menores rendimentos acumularam 8,4% da massa, e os 10% das pessoas com os maiores rendimentos detinham 46,5% do bolo em 2017. A razão entre esses dois valores chegou a 5,57 no DF.

 

Avanço

O mandarim passou a ser obrigatório para os alunos da terceira e da quarta classe de todas as escolas primárias públicas nos municípios de São João da Madeira, Espinho e Estarreja, em Portugal.

 

Olha o mate

A rede de franquias Megamatte apresenta um novo modelo de negócios, o Megamóvel. O objetivo é oferecer para quem já é franqueado uma opção de operação em extensão à loja que já existe. Isso possibilita que o franqueado participe de ações e eventos próximos ao estabelecimento, visando a um faturamento extra. A estimativa da empresa é de um acréscimo de R$ 30 mil.

 

Etéreo

Levantamento realizado pelo banco comercial norte-americano Ocean Tomo revela que os bens intangíveis de grandes empresas presentes no S&P 500 representam, em média, 84% do valor das companhias.

 

Continuidade

Temer, o presidente mais impopular que o Brasil já teve, sai de cena bem representado no governo de Jair Bolsonaro e no de João Doria Jr.

 

Rápidas

A FGV Direito Rio debate nesta quarta-feira regulação, no qual serão abordados s mecanismos de participação das agências reguladoras e a gestão, organização e controle social desses órgãos. Inscrições: www.fgv.br/eventos/?P_EVENTO=4261&P_IDIOMA=0 *** Celso Oliveira é o novo gerente-geral da MicroStrategy no Brasil *** A ONG Viva Rio e o Carioca Shopping promovem a campanha Natal Feliz, Criança Feliz. Até o dia 24, vai arrecadar brinquedos novos ou em bom estado que serão doados para crianças de instituições próximas ao shopping *** Nesta quinta-feira, das 10h às 16h, o Shopping Grande Rio realiza, em parceria com o Sesc RJ, o Festival Sesc de Economia Criativa *** “O que esperar de 2019?” reúne empresários para debater o cenário econômico e alternativas de financiamento para o crescimento dos negócios no Brasil. A sócia da KPMG na área de finanças corporativas, Adriane Farias, participa do evento, dia 17, no Ibmec RJ (Av. Presidente Wilson, 118, Centro) *** A presidente do Instituto dos Advogados do Rio Grande do Sul (Iargs), Sulamita Santos Cabral, será reeleita em chapa única nesta quarta-feira. O Instituto comemora 92 anos de fundação.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Ameaça de demissões expõe crise na Saúde

Piso de menos de 4 SM para enfermagem revela desvalorização.

Qual a parcela de culpa da Ericsson no terrorismo?

Multi sueca é processada por pagar propina no Iraque que teria chegado ao Estado Islâmico.

BC eleva juros, mas inflação segue disseminada

Remédio errado a partir de diagnóstico equivocado.

Últimas Notícias

Dívida do Rio cairá para menos da metade se corrigida pelo IPCA

Alerj vai ao STF para recompor perdas com ICMS dos combustíveis e energia.

Cinco gigantes estatais chinesas abandonam Bolsa de Nova York

Anúncio ocorre em meio a tensão entre China e EUA; ações seguirão negociadas em Hong Kong e Xangai.

Desemprego cai em 22 das 27 unidades da federação

Tocantins teve maior recuo no segundo trimestre do ano.

TCU encontra brechas na segurança de informação federal

Equipamentos pessoais constituem risco de entrada para ataques.

Brasilux entra no mundo do metaverso

Empresa cria evento com a apresentadora Renata Fan em auditório virtual.