Trabalhador com Fundamental completo é o mais satisfeito com o emprego

Levantamento aponta que as dimensões ambiente físico e facilidade e eficiência foram os principais destaques do período.

O Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT), criado pelo Núcleo de Estudos Sodexo, contou com a participação de 3.435 mil pessoas de todo o país no ano de 2020. O IQVT faz análises por sexo, idade, grau de instrução, região, número de funcionários e setor da economia. O índice mostra que mesmo em um ano tomado pela pandemia, a satisfação com a qualidade de vida no trabalho se manteve positiva em 2020, registrando 6,7 pontos (em uma escala de 0 a 10) ante os 6,47 de 2019. No quarto trimestre, a percepção também foi de melhoria ao marcar 6,68 pontos contra os 6,54 do mesmo trimestre do ano anterior.

A dimensão que ficou em destaque em 2020, foi a de ambiente físico, que marcou 7,2 pontos ante os 6,84 de 2019. Em seguida aparecem facilidade e eficiência (7,14 pontos); saúde e bem-estar (6,71 pontos); crescimento pessoal (6,36 pontos) e reconhecimento (6,25 pontos). Para interação social, houve queda para 6,79 pontos ante os 6,86 pontos.

“A crise sanitária que marcou boa parte do ano de 2020 levou as empresas, entre outras coisas, a pensar no ambiente de trabalho com um cuidado especial. Escritórios, fábricas e outros ambientes físicos foram remodelados ou equipados, pensando na segurança dos colaboradores. E as pessoas perceberam isso. O resultado foi um aumento na percepção positiva na dimensão ambiente físico, em especial comparando com o ano anterior. Já para facilidade e eficiência, a nossa hipótese é que a melhora nessa dimensão também é um efeito positivo de algumas adequações que as empresas fizeram durante a pandemia. Nos grandes centros, o home office permitiu eliminar a perda de tempo no trânsito, mas também houve uma aceleração na adoção de processos administrativos mais simplificados e digitais. Tudo isso foi positivamente percebido pelos colaboradores”, analisa Fernando Cosenza, vice-presidente de Marketing Estratégico e Inovação da Sodexo Benefícios e Incentivos.

Ainda de acordo com o levantamento, os homens seguem sendo os mais satisfeitos ao registrarem 6,70 pontos frente aos 6,44 pontos do grupo mulheres. Já por idade, o destaque fica por conta dos trabalhadores de 18 a 24 anos (7,41 pontos), seguidos de 25 a 34 anos (6,60 pontos). Por grau de instrução, funcionários com Ensino Fundamental completo foram os mais felizes em 2020, com 7,02 pontos, seguido de Pós-graduação e mestrado (6,77 pontos); Ensino Médio completo (6,48 pontos) e Ensino Técnico/Graduação (6,47). Quando são avaliados por região, destaque para o Sul, com 7,04 pontos, seguido por Centro-Oeste (6,59 pontos); Nordeste (6,54 pontos); Norte (6,33 pontos) e Sudeste (6,32 pontos).

Já em número de funcionários, os que trabalham em empresas com mais de 500 pessoas aparecem como os mais satisfeitos (6,74 pontos), seguidos de 51 a 500 pessoas (6,53 pontos) e até 50 pessoas (6,38 pontos). Por setor da economia, foram destaques: serviços (6,78 pontos); indústria (6,75 pontos) e saúde (6,72 pontos).

Também em 2020, os trabalhadores da área de produção foram os que mais se mostraram satisfeitos com o ambiente de trabalho ao marcarem 6,98 pontos, segundo o Índice. Em seguida, ficaram os de auditoria e qualidade (6,94 pontos); jurídico (6,88 pontos); recursos humanos (6,73 pontos); sistemas e TI (6,64 pontos); marketing e comunicação (6,63 pontos); comercial, vendas e atendimento (6,50 pontos); administrativo (6,46 pontos); financeiro (6,39 pontos); distribuição e logística (6,35 pontos) e outros (6,34 pontos).

Leia mais:

Mercado interno segue cauteloso após fala de Bolsonaro

Petroleiros suspendem greve temporariamente

Falta de chuvas pressiona Sistema Cantareira em São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Balança comercial registra déficit de US$ 117 milhões

A corrente de comércio (soma de exportações e importações) brasileira cresceu 28% e fechou a terceira semana de janeiro em US$ 28,91 bilhões. Os...

Economia no Governo Bolsonaro é a pior em 4 décadas

PIB do País crescerá menos que na década perdida.

Sobra água no Norte e Nordeste, mas ONS despacha térmicas caras

Usinas não conseguem utilizar linhas de transmissão.

Últimas Notícias

Valor da internet em Portugal está mais barato

Dados recentes do Eurostat, Serviço de Estatística da União Europeia, referentes a dezembro de 2021, mostra que Portugal lidera na descida de preços dos...

Modal finaliza aquisição da integralidade do banco digital LiveOn

O Modal, banco de investimento, fechou a aquisição de 100% da infratech LiveOn, operação divulgada em outubro de 2021, e só agora aprovada pelo...

Fitch afirma IDRs BB’ e rating nacional ‘AAA do Itaú Unibanco

A Fitch Ratings afirmou nesta segunda-feira os IDRs (Issuer Default Ratings - Ratings de Inadimplência do Emissor) de Longo Prazo em Moedas Estrangeira e...

Balança comercial registra déficit de US$ 117 milhões

A corrente de comércio (soma de exportações e importações) brasileira cresceu 28% e fechou a terceira semana de janeiro em US$ 28,91 bilhões. Os...

Subida de juros assusta investidores

A segunda-feira (24) foi marcada como um dia de aversão a risco com fortes quedas nas bolsas internacionais, observou Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial...