Trabalhadores da Air France protestam após anúncio de 7 mil demissões

A companhia diz que a atividade e o volume de negócios caíram 95% e, no pior da crise, a empresa perdeu 15 milhões de euros por dia.

Internacional / 20:33 - 3 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Trabalhadores da Air France e sindicalistas da Confederação Geral do Trabalho (CGT) da França se reuniram nesta sexta-feira em frente à sede do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, para protestar contra as demissões anunciadas pela companhia aérea Air France, que anunciou nesta sexta-feira que demitirá 6.500 dos 41 mil funcionários nos próximos três anos. Sua subsidiária regional Hop demitirá 1.020 dos 2.400 trabalhadores, após o impacto da nova pandemia de coronavírus.

Além disso, a subsidiária da Hop planeja fechar 12 das 14 bases de pessoal que possui no país, bem como os centros de manutenção nas cidades de Lille e Morlaix.

Em comunicado à imprensa, a companhia francesa indicou que "por três meses, a atividade e o volume de negócios da Air France caíram 95% e, durante o pior da crise, a empresa perdeu 15 milhões de euros por dia".

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor