Trabalho remoto fez crescer tentativas de ciberataques

Brasil foi o país que mais sofreu com crimes cibernéticos na América Latina durante o primeiro trimestre.

Estudo realizado pela Fortinet apontou que o Brasil sofreu mais de 3,2 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos no primeiro trimestre de 2021. O país lidera o ranking da América Latina, que contabilizou um total de 7 bilhões de tentativas durante o período. México, Peru e Colômbia aparecem empatados em segundo lugar com 1 bilhão de ataques cada.

Nos meses de janeiro, fevereiro e março houve um aumento na distribuição de malware baseado na web, ataque em que o dispositivo de um usuário se torna infectado ao baixar ou instalar malware de um site ou anúncio malicioso. Identificou-se, ainda, um aumento notável na utilização das redes sociais para esse crime. Uma vez comprometidos, os usuários compartilham mensagens com conteúdos nocivos aos seus contatos a partir dos seus perfis, sem terem conhecimento disso.

Além disso, como visto ao longo de 2020, os cibercriminosos continuam procurando brechas no teletrabalho para tentar acessar redes corporativas por meio de funcionários que trabalham em casa. Durante o primeiro trimestre de 2021, houve várias tentativas de execução de código remoto a roteadores domésticos, o que evidencia que os criminosos estão procurando maneiras de comprometer usuários em home office, interceptando suas comunicações e redirecionando-os a sites maliciosos.

Já estudo da Kaspersky apontou que cibercriminosos voltaram a minerar criptomoedas em 2021.  De acordo com o relatório Malware Q1 2021 da empresa de cibersegurança, a quantidade de modificações únicas passou de 3.815 em fevereiro deste ano para 16.934 em março. Além disso, os especialistas verificaram a existência de mais de 23 mil novas versões desta ameaça no primeiro trimestre de 2021.

Esses mineradores são programas maliciosos criados para roubar criptomoedas de dispositivos infectados, sendo frequentemente instalados sem o conhecimento dos usuários para desviar lentamente vários tipos de criptomoedas – em alguns casos, os cibercriminosos podem desviar milhões. Embora eles tenham se tornado uma ferramenta popular em 2018, sua popularidade diminuiu constantemente no último ano.

O levantamento também verificou um aumento no número de internautas que foram alvos de mineradores em 2021, as detecções cresceram de 187.746 em janeiro para 200.045 em março de 2021. No total, 432.171 usuários únicos foram protegidos dos mineradores no primeiro trimestre de 2021. Outras conclusões do relatório são a diminuição no número de usuários alvos de trojans móveis e bancários (desktop), bem como o aumento de ataques de ransomware, que cresceram de 3.096 detecções no quarto trimestre de 2020 para 4.354 no primeiro trimestre de 2021.

Artigos Relacionados

Enchentes e tempestades causaram prejuízos de US$ 630 bi em 50 anos

Desastres ligados a água provocaram 45% das mortes.

Investimento de € 11 bi nas Olimpíadas não terá retorno no curto prazo

Pandemia frustra expectativas do Japão, diz professor da ESPM.

Variante Delta deve ser predominante no Rio em breve

Para Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde, variante levou à morte de quatro pessoas fora da capital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

KPMG é alvo de críticas por auditorias em bancos ingleses

A KPMG, empresa que presta serviços de auditoria, enfrenta uma nova onda de críticas sobre a qualidade das seus trabalhos nos bancos, depois de...

Airbus inaugura projeto de aeronaves A350 na China

A Airbus inaugurou seu projeto de aeronaves A350 em seu centro de conclusão e entrega de fuselagem larga em Tianjin, norte da China. É...

Plataforma P-70, na Bacia de Santos, alcança capacidade de projeto

A P-70, localizada no campo de Atapu, na porção leste do pré-sal da Bacia de Santos, atingiu em 12 de julho sua capacidade de...

BC amplia iniciativas de ESG para suporte ao crédito

As recentes iniciativas regulatórias do Banco Central do Brasil (BC) para intensificar as divulgações relacionadas a questões ambientais, sociais e de governança (Environmental, Social...