26.4 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Tragédia americana

Os Estados Unidos atingiram sua maior taxa de mortes por armas de fogo em mais de 20 anos, com quase 40 mil pessoas mortas em 2017, segundo números dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças. Isto representa um total de 12 mortes por 100 mil pessoas, quase 20% maior que os 10,1/100 mil em 2010 e a maior taxa desde 1996. O motivo principal do aumento é o impressionante número de suicídios: 24 mil pessoas, ou 60% do total, tiraram suas vidas usando armas de fogo, uma taxa de 6,9/100 mil.

Apenas seis países são responsáveis por mais da metade de todas as 250 mil mortes por ano em todo o mundo (os dados, de 2016, são da Jama Network). Todos os seis estão na América: além dos EUA, Brasil, México, Colômbia, Venezuela e Guatemala. No mundo, a porcentagem de suicídios é de 27%, a de homicídios é de 64%, e 9% são mortes não intencionais.

O número de mortos nos EUA impressiona ainda mais quando comparado aos de outros países desenvolvidos: 0,2 mortes por 100 mil habitantes no Japão, 0,3 no Reino Unido, 0,9 na Alemanha e 2,1 no Canadá.

 

Recessão no horizonte

Os juros dos títulos do Tesouro norte-americano de prazos mais longos estão inferiores às taxas de prazo mais curto – sinal de desaceleração econômica ou mesmo recessão nos Estados Unidos, analisa a Mapfre Investimentos.

Embora prematuro e não corroborado pelos indicadores de atividade corrente, o sinal foi suficiente para disparar uma forte onda de aversão a risco nos índices acionários norte-americanos, puxada pelos setores de tecnologia e financeiro”, com um movimento que indica baixa.

Se as previsões se concretizarem, a equipe econômica de Paulo Guedes já terá em cima do quê jogar a culpa.

 

Parece mas não é

O relatório e análise de dados da New Orb Media Inc. joga um balde de água fria em quem pensa substituir sacolas de plástico convencional pelas degradáveis, pois, segundo o estudo, estas não podem ficar em aterros ou na natureza e precisam ser separadas e submetidas ao calor numa unidade industrial. “A maioria dos bioplásticos possui os mesmos danos ambientais e uma pegada de carbono ainda maior” do que os convencionais.

Ainda de acordo com o relatório, estudos mostram que a produção e a movimentação de garrafas de vidros usa aproximadamente cinco vezes mais energia do que as descartáveis. E a produção de sacolas de papel, considerada uma escolha mais verde por muitos, produz muito mais poluição aérea do que a produção de sacolas de plástico.

 

Tem que mudar isso aí

Já se passaram quase dez dias, e até agora os Bolsonaro não deram uma explicação convincente (diria Sérgio Moro, robusta) para a movimentação atípica nas contas do motorista/assessor/segurança/amigo e família.

Ao contrário, a trama piora a cada dia: publica a Folha que a filha do PM ex-funcionário da Assembleia Legislativa do Rio trabalhava em uma academia ao mesmo tempo em que era assessora dos Bolsonaro.

 

Capital amarela

Paris se prepara para o quinto fim de semana de protestos. Analistas divergem: há quem ache que os “coletes amarelos” são dirigidos pelas teses da direita; outros veem no movimento uma reação da classe média ocidental à globalização financeira.

 

Rápidas

O BTG Pactual abriu inscrições, que vão até 15 de fevereiro, para a terceira edição do boostLAB, programa voltado para startups de nível mais maduro (scale-ups, novo jargão). Detalhes em www.boostlab.com.br *** A Oi abriu as inscrições para startups interessadas em participar do programa de incubação do Oito. Propostas pelo site www.oito.net.br até 16 de janeiro *** Neste final de semana tem campanha de adoção e vacinação de animais do projeto Busucão (dia 15) e feira de produtos sem agrotóxicos (dia 16), no Caxias Shopping *** O escritório Di Blasi, Parente & Associados lança projeto de gravação de Leis de Propriedade Intelectual em áudio, contando com a participação dos profissionais do escritório, voluntários. Sete leis serão gravadas até o fim de janeiro. As quatro primeiras já estão disponíveis no site *** O Center Shopping Rio prossegue com o festival Comida di Rua neste sábado, das 15h às 23h, e no domingo, das 15h às 22h *** A Aon plc anunciou a nomeação de Violetta Ostafin como CEO de Health Solutions para América Latina *** A Fecomércio RJ realizará, nesta segunda-feira, às 15h, o I Seminário de Segurança Turística do Estado do Rio de Janeiro, com a participação do norte-americano Peter E. Tarlow, especialista em crime e terrorismo no turismo, e Camilo D’Ornellas, advogado e professor. Será na sede da entidade, no bairro do Flamengo.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.