Tragédia

Na América Latina, foram registrados, em 2005, 30 milhões de acidentes de trabalho, frente a uma População Economicamente Ativa (PEA) de 219 milhões de trabalhadores. Os sinistros resultaram em 39.400 mortes. De acordo com o consultor da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e dirigente do Instituto Guatemalteco de Seguridade Social, Edin Pop, além das tragédias familiares, esses acidentes provocaram uma perda média de 10% do PIB regional. Os números foram apresentados na abertura do X Congresso Interamericano de Prevenção de Riscos do Trabalho, quarta-feira, em Boca Chica, na República Dominicana.

No ar
Um experiente piloto amigo desta coluna adverte que o remanejamento de operadores de vôo decretado pela Aeronáutica deve amenizar apenas temporariamente o caos aéreo que já se estende por intermináveis nove meses: “Eles vão voltar a quebrar o galho por uns dez, 15 dias, como faziam até o acidente com o avião da Gol, e depois vão voltar às operações-padrão”, prevê, apontando a falta de uma negociação efetiva entre o governo e os controladores como a principal causa da insatisfação dessa categoria.
Essa fonte, que foi procurada, inclusive por um integrante da Abin para colher dados sobre o setor, adverte, porém, que os problemas do espaço aéreo brasileiro vão muito além da questão dos operadores, envolvendo o uso de equipamentos obsoletos e sujeitos a fatores externos. Ele acrescenta ser comum, quando voa no país, ouvir interferência desde rádios piratas a conversas de ligações de celulares.

Heloisa in Rio
A presidente do PSOL, a ex-senadora Heloisa Helena, participa, nesta sexta-feira, às 12h30, no Buraco do Lume, no Centro do Rio, de ato contra a  permanência do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado e contra  a falta de decoro parlamentar do senador Joaquim Roriz (PMDB-DF). Durante a manifestação, militantes do PSOL vão recolher apoio para o abaixo-assinado que será enviado à Casa pedindo a punição dos dois senadores.

Mugidos da pizza
Depois do discurso do senador Joaquim Roriz (PMDB-DF), quinta-feira, no Senado, os integrantes da Casa tiraram pelo menos uma dúvida. O ditado popular que melhor resume todo esse imbróglio não pode ser outro: conversa para boi dormir.

Lá e cá
Rígido quando se trata de defender a liberdade de informação na Venezuela, O Globo adota postura mais flexível quando se trata de informar seus leitores, que ficaram sem saber que 57,9% dos entrevistados pela última pesquisa CNT/Sensus aprovam a classificação etária prévia nos programas de TV. O percentual é superior ao apurado em pesquisa anterior (54,1%), apesar da maciça campanha dos meios de comunicação contra o projeto do Ministério da Justiça.

É isso aí!
A composição que costuma circula pelos trilhos do metrô do Rio com propaganda da Coca-Cola antecedendo a chegada dos trens de passageiros, inclusive em horários de pico, já foi batizada pelos metroviários fluminenses: Caveirão da Coca, numa alusão ao veículo usado pela PM do estado em incursões a favelas cariocas. Segundo o Sindicato dos Metroviários do Rio de Janeiro, que denunciou a prática à Agência Reguladora dos Serviços de Transporte Público (Agenstransp), a circulação dificulta a compreensão das informações de segurança pelos passageiros.

Eu uso óculos
No próximo dia 4, o projeto Mais Visão doará 127 óculos de correção visual para crianças da pré-escola da rede municipal de Campinas. A ação é uma parceria dos Institutos Varilux da Visão e Penido Burnier.

Mister Poodle
Incensado pela imprensa tucana que o tratava, até a radicalização do fracasso da invasão do Iraque, como uma espécie de oásis de bom senso em contraponto a um George Bush ensandecido, Tony Blair, ao deixar o governo, pode ter seu mandato resumido a dez letras: irrelevante.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom chapéu alheio
Próximo artigoTô nem aí

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

Sudeste teve alta de 5% nas vendas por internet em maio ante abril

Considerando a mesma base de comparação, o faturamento do setor também cresceu: 7%.

Marca chinesa de automóveis de luxo Hongqi abre 1º showroom em Israel

A concessionária de carros israelense Samelet Group abriu nesta terça-feira o primeiro showroom da marca chinesa de limusines Hongqi na cidade de Tel Aviv, no centro de Israel.

AstraZeneca continuará a aumentar o investimento na China

AstraZeneca, a gigante farmacêutica britânica, está otimista sobre as perspectivas econômicas e o crescimento do setor de saúde chinês, e continuará a aumentar seu investimento na China, disse Leon Wang, vice-presidente executivo da AstraZeneca, informou o Chinanews.com nesta quarta-feira.

Setor de energia é um dos alvos preferidos de hackers

Mais de 60% de todos os ataques foram de phishing; organizações criminosas de hackers são ameaça às infraestruturas críticas do Brasil.

Países árabes planejam expansão de energia limpa

Omã, Marrocos, Argélia e Kuwait estão entre os que têm planos mais ambiciosos.