Transpetro começa a desligar 8, 5% de pessoal

Empresa acredita que o programa garantirá a economia de R$ 500 milhões com as demissões voluntárias.

Mercado Financeiro / 00:40 - 30 de jun de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Petrobras informou em nota que o Conselho de Administração da sua subsidiária integral Petrobras Transporte S.A. (Transpetro), aprovou a criação de um Programa de Desligamento Voluntário (PDV) exclusivo para seus empregados. A intenção é cortar 8,5% de pessoal. Lembrando que a empresa de logística consta da lista do governo de ativos a serem privatizados.

A Transpetro - responsável pelo transporte e logística de combustíveis e faz operações de importação e exportação de petróleo e derivados, gás e etanol – acredita que o programa garantirá a economia de meio bilhão de reais com as demissões voluntárias.

O PDV é uma ferramenta de gestão de efetivo, sendo mais uma medida com foco na redução de custos, a fim de reforçar a resiliência dos negócios da companhia.

O programa tem uma estimativa de retorno (custo evitado de pessoal menos o desembolso com indenizações) de R$ 552 milhões até 2025 e visa promover a adequação do efetivo marítimo às ações de gestão ativa da frota.

Os desligamentos deverão ocorrer entre setembro de 2020 e julho de 2021 e estão estimados em cerca de 557 empregados. “A Petrobras reforça o seu compromisso com a transparência e o respeito a todos os seus empregados e de suas subsidiárias. A companhia busca criar condições para que os profissionais façam a melhor escolha, mantendo sempre o seu comprometimento com a ética, a transparência e com os mais elevados níveis de segurança e eficiência das operações”, disse a estatal em nota nesta segunda-feira.

No dia 15 de junho, a Transpetro comunicou que as exportações da Petrobras levaram a empresa de logística a movimentar um volume recorde de óleo combustível em maio. A Transpetro movimentou 1,11 milhão de toneladas, resultado 10% melhor o que recorde anterior, registrado em fevereiro.

 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor