Três perguntas: investimentos em ativos alternativos

550
Felipe Souto (foto divulgação Bloxs)
Felipe Souto (foto divulgação Bloxs)

A Bloxs é uma plataforma de acesso a investimentos alternativos. Fundada em agosto de 2017, a fintech conecta investidores comuns a investimentos que antes eram restritos a investidores institucionais, family offices e clientes ultra high (pessoas que possuem investimentos acima de R$ 50 milhões). Até o momento, a empresa já captou R$ 69 milhões e possui 40 operações concluídas.

Conversamos com Felipe Souto, CEO da Bloxs, sobre a atuação da fintech, seus investimentos e as perspectivas do mercado. Cabe ressaltar que a Bloxs é uma plataforma autorizada pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM) de acordo com o Ato Declaratório 16.489, de 19/7/2018.

 

Como a Bloxs atua? Como era o acesso a esses investimentos antes da Bloxs?

Espaço Publicitáriocnseg

A Bloxs é uma plataforma de investimentos alternativos que possibilita a empreendedores que tenham bons projetos acessar o mercado de capitais e, do outro lado, uma oportunidade para que investidores diversifiquem sua carteira de investimentos numa classe de ativos que antes era restrita, exclusivamente, às grandes fortunas e investidores institucionais. Basicamente, estamos falando de investimentos diretos na economia real. Aqui na Bloxs, focamos em quatro verticais de negócios: Real Estate, Energia, Agronegócio e Negócios em Expansão.

Falar de investimentos agora está “na moda”, mas nem sempre foi assim. Fala-se hoje do financial deepening, ou seja, um aprofundamento do brasileiro no mundo das finanças. Isso de certa forma é um movimento forçado pela dor, haja vista que o retorno fácil da renda fixa não existe mais, e dificilmente voltará a existir. Há alguns anos, tínhamos um retorno em renda fixa de 15, 16, 17% ao ano. Com uma taxa de juros dessa magnitude não fazia sentido olhar para nada além dos títulos públicos.

Com o tempo, o brasileiro entendeu que precisava se movimentar. O primeiro passo foi sair do banco quando o assunto são investimentos. Essa é a fase que eu chamo de desbancarização. Fora dos bancos, através das corretoras como a XP, BTG, Guide e Órama, os investidores passaram a ter acesso a produtos melhores, mais rentáveis e diferenciados.

Ainda assim, faltava acesso a produtos diferentes, como a possibilidade de investir em uma usina de energia solar, uma floresta de mogno africano ou uma operação de confinamento de gado. Esses investimentos sempre existiram, mas, como disse, sempre ficaram restritos às grandes fortunas, que alocam capital nesses projetos através dos seus fundos de investimento exclusivos.

Era assim, porque a Bloxs inovou justamente na desintermediação desse mercado, possibilitando que o investidor comum, a partir de R$ 10 mil, também pudesse ter esse tipo de ativo no seu portfólio.

 

Onde a Bloxs investe? Quais são as suas teses de investimentos e como ela escolhe um projeto?

A Bloxs atua na curadoria de oportunidades. Olhar negócios é o que faço todos os dias, quase que 24 horas por dia. Nossas teses são:

Energia – operações com fluxo de caixa previsível, proteção contra a inflação e upside potencial de venda (alto) através de ativos de geração de energia;

Agronegócio – exposição em um segmento pujante, competitivo mundialmente, altamente rentável e com diversas oportunidades em diferentes modalidades e subsegmentos;

Real State – operações com lastro em ativos imobiliários em diferentes estratégias e modalidades;

Negócios em expansão – exposição diretamente em negócios da economia real, minimizando riscos e maximizando retorno através de uma gestão profissional.

Com relação à escolha do projeto, fazemos uma análise detalhada de cada projeto, da empresa e do empreendedor. Em seguida, o projeto é discutido no Comitê de Investimentos, com a participação dos sócios da Bloxs e especialistas de cada área seguindo uma metodologia top-down (de cima para baixo): 1) tese macro; 2) empreendedor; 3) consistência dos números; 4) análise de crédito; 5) análise jurídica; e, por fim, 6) “eu investiria nisso?”.

 

De uma forma geral, quais são as perspectivas do mercado de investimentos?

Apesar do momento trágico e triste que vivemos por causa da pandemia, acredito que a economia tende a voltar com muita força mediante o avanço da vacinação. Quando falamos de retomada econômica, tenho que falar necessariamente do mercado de capitais e de investimentos. Já estamos sentido isso aqui na Bloxs. Os últimos meses foram de recordes de captação através da nossa plataforma. Por exemplo, o último projeto foi uma oportunidade de investimento florestal em mogno africano. Captamos R$ 5 milhões em uma semana.

Leia também:

Três perguntas: a reforma do Imposto de Renda sobre investimentos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui