Três perguntas: o mercado de títulos verdes (‘green bonds’)

Por Jorge Priori.

O mercado de títulos verdes (green bonds), vem crescendo de forma consistente e sólida nos últimos anos. Apesar de toda a sua potencialidade, o Brasil não está na relação dos 20 principais emissores desse tipo de título. Ou seja, o país tem um grande caminho pela frente para conquistar o seu espaço nesse mercado. Para entendermos o que são os títulos verdes, conversamos com a advogada e consultora Samanta Pineda, do escritório Pineda e Krahn, especializado em direito ambiental, sobre o que são os títulos verdes, o tamanho desse mercado e como micro e pequenos produtores e empresários brasileiros podem ter acesso a ele.

 

O que são os títulos verdes?

Títulos verdes são papéis garantidores de dívidas, como os títulos utilizados normalmente para isto (CRA, Certificado de Recebimento de Agronegócio, e CRI, Certificado de Recebíveis Imobiliários), mas que têm os recursos obtidos destinados a projetos que apresentem impactos ambientais positivos.

O emissor do título apresenta um projeto a ser financiado com recurso garantido por título verde, e este projeto é auditado ou certificado para que seja comprovada a existência de ganho ambiental. Ainda não há diferencial de taxas para os títulos verdes, mas o ganho reputacional tem aumentado significativamente o leque de investidores.

 

Qual o tamanho desse mercado?

O mercado mundial é gigantesco e já ultrapassou a marca de US$ 1 trilhão desde que surgiram os green bonds em 2007. Em 2019, foram mais de US$ 328 bilhões no mundo e US$ 8,1 bilhões no Brasil. O mercado brasileiro apresenta um dos maiores potenciais do mundo graças à legislação ambiental rígida e à forma de produção, com a adoção de tecnologias sustentáveis.

 

Micros e pequenos produtores e empresários podem ter acesso a esse mercado?

O mercado dos títulos verdes pode ser acessado por todos os tamanhos de empresas. Caso o valor a ser acessado seja pequeno, é possível haver um financiamento coletivo para que o título tenha um valor atrativo no mercado. Para isto, os pequenos produtores deverão fazer projetos conjuntos e combinar formas de prestação de contas do andamento dos projetos.

Leia também:

Três perguntas: a abertura de capital da Coinbase na Nasdaq

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Auxílio Brasil, CPI da Covid e PEC dos Precatórios no radar de hoje

Principais Bolsas operando próximas à estabilidade e petróleo retomando queda podem pesar no Ibovespa nesta quarta-feira.  

Indústria de fundos está pronta para investimentos sustentáveis

É hora de a própria indústria de fundos, por meio de iniciativas de autorregulação, preencher o gap regulatório que ainda existe em torno dos...

Últimas Notícias

Objetos da cantora Amy Winehouse em leilão

Por Antonio Pietrobelli.

Lei de Melhoria do Ambiente de Negócios no Brasil

Por Letícia Luzia de Sousa Ramos e Renata Homem de Melo.

Para 48%, recém-formados são os mais afetados no mercado de trabalho

Pesquisa feita com mais de 9 mil pessoas descobriu que 25% fazem parte da Geração Nem Nem, que não trabalha nem estuda.