Turbulências globais impactam mercados

Bolsas europeias avançam com dificuldade na formação de governo francês e o euro cai levemente

71
Bolsa de Paris (Foto: Claudia Meyer/Sxc.Hu)
Bolsa de Paris (Foto: Claudia Meyer/Sxc.Hu)

Nesta semana os destaques serão os índices de preços ao consumidor do Brasil, EUA e China, e com o presidente do Federal Reserve dos EUA, Jerome Powell, participando de duas audiências no Congresso americano. Além disso, teremos o início da temporada de balanços das seguintes companhias: PepsiCo, Citigroup, JP Morgan e Wells Fargo nos EUA. No Brasil, as atenções estarão voltadas para o início da votação da regulamentação da reforma tributária no Congresso.

Além disso, teremos a divulgação do IBC-Br, vendas no varejo e pesquisa de serviços, além do IGP-DI de junho. No Brasil, o desempenho da Ibovespa pode ser limitado devido a fraqueza dos futuros de Nova Iorque e queda das commodities nesta segunda-feira. O principal fundo de índice do Brasil negociado em Wall Street estava subindo 0,21% no pré-mercado. A alta dos retornos das treasuries pode pressionar os juros futuros, mas o dólar mais fraco ante várias moedas pode equilibrar a situação.

As atenções estão voltadas para o Congresso esta semana, com o ministro das Relações Institucionais confiante na aprovação da regulamentação da reforma tributária antes do recesso, visando superar a atual balbúrdia tributária no país. No exterior, as Bolsas europeias avançam com dificuldade na formação de governo francês e o euro cai levemente. Futuros das Bolsas de Nova Iorque seguem estáveis, juros das treasuries operam em alta. O petróleo e Bolsas da Ásia estão em baixa.

O contrato futuro de dólar fechou ontem em queda, porém com volume de negociação superior se comparado à sessão anterior. Mesmo com a queda a moeda americana ainda opera acima das médias de preços de fechamento dos últimos 20 e 200 dias.

Espaço Publicitáriocnseg

.

Travalex Bank

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui