TV por assinatura não poderá multar consumidor por quebrar fidelidade

Em caso de descumprimento da norma, o responsável deverá pagar multa de aproximadamente R$ 1.777,50.

Lei foi sancionada por Witzel no dia 10 de junho (Foto: Fernando Frazão/ABr)

As concessionárias de TV por assinatura, telefonia, internet e serviços assemelhados (como Claro TV, Net e SKY) não poderão aplicar multa por quebra de fidelidade aos consumidores que solicitarem o cancelamento total ou parcial do contrato, portabilidade para outra operadora ou mudança de plano enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. A determinação é da Lei 8.888/20, sancionada pelo governador do Rio Wilson Witzel, e publicada no Diário Oficial do Executivo, no dia 10 de junho.

Ainda segundo o texto, o prestador de serviço não poderá alterar as demais cláusulas contratuais, em razão da suspensão da fidelidade temporal requerida pelo consumidor, salvo se a mudança beneficiar esse último. Em caso de descumprimento da norma, o responsável deverá pagar multa de 500 Ufir-RJ, aproximadamente R$ 1.777,50. Os valores arrecadados terão que ser revertidos ao Fundo Especial de Apoio a Programas de Proteção e Defesa do Consumidor (Feprocon).

"Os trabalhadores vêm tendo seus rendimentos diminuídos em razão desse vírus avassalador, modificando as condições na época da celebração dos respectivos contratos ou mudança de operadora para plano mais vantajoso, já que muitos cidadãos estão sofrendo grandes perdas financeiras", comentou a deputada Martha Rocha (PDT), autora original da proposta.

Também assinam o projeto como coautores os seguintes deputados: André Ceciliano (PT), Vandro Família (SDD), Marina Rocha (PMB), Marcelo Cabeleireiro (DC), Dionísio Lins (PP), Dr. Deodalto (DEM), Brazão (PL), Sérgio Louback (PSC), Subtenente Bernardo (PROS), Samuel Malafaia (DEM), Bebeto (Pode), Zeidan (PT), Delegado Carlos Augusto (PSD), Carlos Macedo (REP), Enfermeira Rejane (PCdoB), Valdecy da Saúde (PHS), Gustavo Tutuca (MDB), Luiz Paulo (PSDB) e Capitão Paulo Teixeira (Avante).

Artigos Relacionados

Abertas as inscrições para o Archademy Trends

Em evento gratuito, TikTok e Fábio Marx, criador da personagem Sheyla Christina e Diretor de Criatividade da Archademy, discutem a nova era da comunicação para arquitetos e designers

Foro Inteligência promove debate sobre conflito Israel x Palestina

As complexidades que envolvem o embate de décadas estão entre os temas a serem debatidos.

Empresa de tecnologia  lança plataforma para médicos

No primeiro trimestre de 2021 as startups de saúde levantaram U$$ 7 bilhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Portugueses pedem extensão das moratórias bancárias

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está pleiteando a prorrogação das moratórias bancárias até 31 de março de 2022”. O...

China libera reservas de metais não ferrosos para reduzir custos

A China disse que continuará a liberar suas reservas estatais de cobre, alumínio e zinco para garantir preços estáveis para as commodities e aliviar...

Vale pagará remuneração aos acionistas em 30 de junho

O Conselho de Administração da Vale aprovou a distribuição de dividendos aos acionistas no valor de R$ 2,177096137 por ação. O pagamento da remuneração...

Fitch melhora classificação da Usiminas

A Fitch Ratings elevou os IDRs (Issuer Default Ratings - Ratings de Inadimplência do Emissor) de Longo Prazo em Moedas Estrangeira e Local da...

BNDES e RS: Consulta pública para concessão de rodovias

O Governo do Rio Grande do Sul (RS) abriu, nesta sexta-feira, consulta pública para o processo de concessão de 31 trechos rodoviários estaduais que,...