Falta de resposta para Pfizer é assunto mais criticado no Twitter

Levantamento da Knewin registrou pico de menções em 7 de junho, data em que a Anvisa autorizou a importação da vacina russa; hashtag mais citada é #vacinaparatodos.

A Knewin, maior PRTech da américa latina, realizou um levantamento para entender o sentimento dos brasileiros sobre a vacina da Covid-19 com base em 646.229 publicações no Twitter, entre 30 de maio e 7 de junho de 2021.

O levantamento foi realizado pela ferramenta Knewin Social, que identificou os termos mais comentados na mídia social: “Vacina” (332 mil tuítes), vacinação (123 mil tuítes). As hashtags mais utilizadas foram: #vacinaparatodos (17 mil tuítes) e #covid19 (13 mil tuítes). O pico de 92.573 menções ocorreu no dia 7 de junho quando houve mudanças nos calendários de vacinação pelo país.

De acordo com o estudo da Knewin, entre os comentários com mais repercussão estão aqueles que remetem à falta de resposta do governo para os e-mails da Pfizer, aos resultados dos estudos feitos em Serrana (SP) e às críticas ao governo pela falta das vacinas e pelos atrasos na campanha de vacinação. A corrida para vacinar toda a população adulta também se tornou pauta entre os usuários. Com a declaração feita pelo governador de São Paulo, João Doria, de vacinar todos os maiores de 18 anos até outubro, os usuários passaram a comentar e marcar os governadores de seus respectivos estados.

Já na imprensa, comparando os cinco primeiros meses de 2021, a pauta da vacinação se manteve constante nas redações jornalísticas pelo país. De abril a maio houve uma pequena queda de 2,02% no número de matérias publicadas. Mesmo assim, o interesse dos jornalistas e do público sobre a vacina e seus desdobramentos permanece alto.

“Vacinação é um tema extremamente importante para todos nesse atual cenário pandêmico, o que acaba movimentando o Twitter. É por isso que a Knewin vem realizando uma série de levantamentos com dados e informações úteis à sociedade e às empresas de diversos segmentos para que elas possam tomar decisões mais assertivas e embasadas”, afirma o CEO da Knewin, Lucas Nazário.

Leia também:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

#Occupy Bovespa

Um mês depois de o MST ter-se lançado na Bolsa, MTST ocupa B3, para protestar contra Bolsonaro, especulação, fome e desemprego.

Conta-salário faz banco ser bem avaliado por 71% dos clientes

Nubank apresenta a maior força da marca, seguido por Itaú e BBB; Santander Select é líder em valor percebido (custo-benefício), seguido por Safra e Agibank.

Tesouro espera que dividendos banquem Bolsa Família em 2022

IOF não financiará aumento do programa.

Últimas Notícias

#Occupy Bovespa

Um mês depois de o MST ter-se lançado na Bolsa, MTST ocupa B3, para protestar contra Bolsonaro, especulação, fome e desemprego.

Copom elevou taxa de juros em 1% para 6,25% ao ano

Aguardamos agora a ata que será divulgada na próxima terça-feira para maiores informações sobre a trajetória da taxa Selic.

Alemanha escolhe sucessor de Merkel no próximo domingo

Eleições deverão ser as mais concorridas dos últimos anos; pesquisas indicam vitória do SPD, social-democrata.

Reajuste salarial fica abaixo da inflação em agosto

Fipe: não houve aumento mediano real como resultado de negociações nos últimos 12 meses; desde setembro, índice tem oscilado de -1,4% a zero.

Clima positivo no exterior deve beneficiar índice Bovespa

Mercado internacional opera no positivo motivado por noticiário sobre Evergrande.