É guerra!

O presidente da Ação Brasileira de Apoio ao Setor de Serviços (Abrasse), Paulo Lofreta, acusou o governo de “apunhalar pelas costas” o setor que representa, ao elevar de 32% para 40% o lucro presumido das pessoas jurídicas (PJs): “Exatamente como aconteceu com a Cofins e com o PIS, os empresários do setor de serviços foram apunhalados pelas costas. Novamente na calada da noite, nosso setor foi punido pela Receita Federal com o aval do governo federal. Está mais do que claro que o atual governo não dá a mínima importância para o nosso setor. Vamos protestar organizadamente contra essa orgia tributária que estão impondo contra nossas empresas. Não podemos mais aceitar passivamente as idéias mirabolantes desses inimigos do setor de serviços que são chefiados pelo senhor Jorge Rachid. Estamos preparando uma mobilização nacional”, anunciou.

Com o gás todo
Segundo o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), o país registrou, em dezembro, um novo recorde no número de conversões de veículos para gás natural: 22.094. Esse total é o maior desde 1996, quando o uso do gás começou a ser estimulado no Brasil. E supera o recorde anterior, de março de 2003, de cerca de 21 mil conversões.
A frota nacional com GNV cresceu 25% entre 2003 e 2004, com o Rio de Janeiro se mantendo na liderança, fechando dezembro com 10.951 conversões, seguido por São Paulo (3.994) e Santa Catarina (1.578).

Acelerando
O GNV responde hoje por 3,5% do consumo de combustíveis no país. A rede de distribuição está presente em 15 estados, reunindo 919 postos de combustíveis, dos quais 313 no Rio de Janeiro. As vendas do combustível têm crescido, em média, 35% ao ano. A média de venda por posto é de 153,4 mil metros cúbicos por mês.

Marcas
As vendas de produtos licenciados para o varejo são estimadas em R$ 2,4 bilhões por ano. A associação do setor (Abral) estima que as vendas cresceram 5% e o faturamento de royalties alcançou R$ 173 milhões em 2004. O mercado opera hoje com 2,5% a 12% de royalties e faturou, em 2003, aproximadamente R$ 165 milhões em produtos licenciados.

Top
Empresas já podem inscrever seus casos para concorrer ao Top de Marketing ADVB 2005. Em sua 35ª edição, a premiação vai contemplar organizações que melhor sustentem seu produto, serviço ou marca, por meio de táticas inovadoras. Em 2004, a entidade recebeu 219 inscrições e contemplou 45 projetos. Inscrições pelo telefone (11) 3372-3800 ou www.advbfbm.org.br

PNE
Depois de ganharem uma comissão permanente na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro em 2004, os portadores de deficiência contarão, em 2005, com uma unidade de atendimento móvel. O ônibus da Comissão de Defesa da Pessoa Portadora de Deficiência, com inauguração prevista para o primeiro semestre deste ano, percorrerá o estado tirando dúvidas e dando orientações aos deficientes.

Feliz
A pesquisa norte-americana que fala que quanto mais rico, mais difícil fica a vida fez esta coluna lembrar a frase de pára-choque de caminhão: “Dinheiro não traz felicidade; dê-me o seu e viva feliz”. Ou suas variantes: “Dinheiro não traz felicidade, mas ajuda a sofrer em Paris”; ou, nas palavras de Tom Jobim, “o dinheiro não é tudo. Não se esqueça também do ouro, os diamantes, da platina e das propriedades”.

Maduro
Se o PTB quer o comando do IRB-Brasil Re, nas mãos do neopetista Lídio Duarte, o PT não fica atrás, cobiçando a presidência da Fundação Eletros (dos empregados da Eletrobrás), atualmente exercida por Luiz Limaverde. A pressão é grande é o comentário é que a mudança ocorrerá antes da Quarta-feira de Cinzas.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEstagnado
Próximo artigoTroco

Artigos Relacionados

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás